segunda-feira, 21 de novembro de 2011

Conheça as verdades e mentiras sobre a Ração Humana

Rica em vitaminas e minerais, a ração humana tem causado inúmeras discussões a respeito de sua eficácia. O mix de grãos e cereais que compõem a mistura possui fibras, omêga-3, 6 e 9 e vitaminas do Complexo B, entre outros. Para tentar esclarecer algumas dúvidas em relação a esse composto, o Comida e Receitas em parceria com a nutricionista Dafne Oliveira, preparou um especial sobre as verdades e mentiras desse novo produto.

A ração humana é indicada para todos. MENTIRA! - Cada indivíduo administra um alimento diferentemente do outro, gerando ou não diversas reações não desejáveis a partir da ingestão do mesmo. Assim, quanto maior for a mistura de ingredientes na ração, maior a chance desta não ser bem administrada pelo organismo do indivíduo.

A ração pode substituir alguma refeição. EM PARTES! – Se estivermos pensando apenas em calorias, ela pode substituir, mas não é uma prática saudável. A alimentação se torna monótona, mantendo sempre os mesmos nutrientes, textura e sabor, enquanto poderia apresentar diferentes texturas, cores e sabores e rica em diversos nutrientes e antioxidantes e o mais importante: promover o mesmo efeito emagrecedor.

A ração pode ser utilizada para complementar lanches. VERDADE! – Por ser um alimento rico em fibras e nutrientes, pode ser utilizado em sucos, vitaminas, iogurtes e frutas. O consumo da ração humana e de outros alimentos ricos em fibras deve sempre ser acompanhado da ingestão de água.

A ração pode ser ingerida diariamente. VERDADE! – Porém, com moderação. Duas colheres (sopa) por dia é a quantidade ideal.

É preferível sempre fazer a ração em casa do que comprá-la pronta. VERDADE! – Dessa forma é possível escolher os ingredientes, sem correr o risco de usar algum que tenha contraindicação, como açúcar mascavo, que não pode ser ingerido por diabéticos.

Confira a seleção de pratos com ração humana que o Comida e Receitas preparou:

Que tal começar pelo composto?

Que tal começar pelo composto? Faça a receita de Ração Humana (http://www.comidaereceitas.com.br/salgados/racao-humana.html) e utilize em diversos pratos.

Fuja do tradicional alface e tomate e prepare a saborosa Salada Oriental (http://www.comidaereceitas.com.br/saladas/salada-oriental-com-racao-humana.html), que rende até quatro porções!

Outra opção deliciosa é o Salpicão de Frango (http://www.comidaereceitas.com.br/saladas/salpicao-de-frango-com-racao-humana.html), mas não se esqueça de deixar gelar antes de servir.

Quem preferir não arriscar na comida pode começar a usar a ração em sucos e vitaminas. Experimente essa receita de Vitamina com Ração Humana (http://www.comidaereceitas.com.br/bebidas-e-sucos/vitamina-com-racao-humana.html).
Sobre a Nutricionista

Dafne Oliveira é formada em Nutrição pela Universidade de São Paulo (USP), especialista em Fisiologia do Exercício pela Escola Paulista de Medicina (Unifesp) e pós-graduanda em Nutrição Funcional. Atualmente, Dafne trabalha na Run & Care, empresa especializada em consultoria na saúde do atleta.


Sobre o Comida e Receitas

Com o início de suas atividades em 2007, o site Comida e Receitas recentemente passou por uma reformulação e integrou-se ao Grupo SD. Atualmente, o site coleciona cerca de 50 mil receitas diferentes e figura entre os cinco sites mais acessados do ramo.

Acesse: www.comidaereceitas.com.br

Previna-se contra a febre amarela antes de viajar

Antes de fazer turismo em áreas de matas e florestas é preciso se vacinar contra o vírus da febre amarela 10 dias antes


O período de férias está se aproximando e quem viaja para conhecer as regiões de matas, florestas e cachoeiras precisa estar vacinado contra a febre amarela. Apesar de a doença não existir na área urbana do Brasil, o vírus ainda circula em regiões silvestres. A imunização deve ser feita com um período de, pelo menos, dez dias antes da viagem.   (Confira matéria da Web Rádio Saúde)   ''Macacos adoecem continuamente de febre amarela. A pessoa pode ser picada por um mosquito que picou recentemente um macaco contaminado e vir desenvolver a doença'', explica o secretário de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde, Jarbas Barbosa.   A febre amarela é uma doença grave que pode matar. A prevenção é fácil, basta tomar a vacina. É importante ressaltar que mesmo você já tenha visitado o local outras vezes, é preciso estar imunizado contra a enfermidade. ''O vírus da febre amarela percorre áreas grandes do Brasil e da América Latina'', lembra Barbosa.   Ciclo -No Brasil, o vírus da febre amarela circula nas áreas silvestres, de matas e florestas.Para se proteger contra a febre amarela, a vacinação é o método mais seguro. A dose da vacina tem validade por 10 anos e deve ter tomada 10 dias antes da viagem. O Ministério não indica a revacinação antes desse período. Só não deve tomar a dose, pessoas com baixa imunidade, que tenham forte alergia a gema de ovo, gestantes e bebês menores de seis meses.

Doses - A fabricação da vacina é feita com o vírus da febre amarela atenuado e, como todo medicamento, pode causar algum efeito colateral, como dor de cabeça e febre. Mas nem todos têm essas reações. A maioria das pessoas toma a dose e não sente nada depois. Com relação à bebida alcoólica e à combinação de remédios é preciso ter cuidado porque prejudica a formação de anticorpos. Medicamentos antidepressivos devem ser evitados.
 

sexta-feira, 16 de setembro de 2011

 Benefícios e direitos que ninguém divulga

Este email está rodando a internet:

Mais uma informação que o governo não divulga!!!
Mas nós divulgamos!!
Vocês sabiam que, qualquer pessoa que sofra de paralisia, câncer, lepra, AIDS e uma série de outras doenças incapacitantes seja total ou parcialmente, tem direito a isenções de impostos, taxas, desconto no preço para compra de carros adaptados, passe livre em metrô e transporte coletivo, remédios gratuitos, etc.??

Pois eles têm!
Alguém (o nome foi eliminado propositalmente) descobriu há pouco tempo, que estava com câncer de mama, começou a fazer pesquisas sobre tratamentos e descobriu um livro, escrito por uma advogada que também teve câncer de mama, sobre todos os direitos que essas pessoas têm e ninguém divulga.

Entre os direitos que podem ser requeridos estão:
- Aposentadoria integral (mesmo sem contar com o tempo necessário de contribuição ao INSS);
- Isenções de IR; CPMF; Contribuição Previdenciária; etc.
- Se houver deficiência física: isenção de IPI; ICMS; IOF e IPVA (isenção VITALÍCIA de IPVA) na compra de carro especial, ou adaptado. O preço do carro, nesses casos, cai em 30%.
- Direito ao saque total de FGTS e fundos PIS ou PASEP
- Direito da quitação de valor financiado (ANTERIOR À DOENÇA, CLARO) para compra de imóvel
- Atendimento médico domiciliar
- Remédios gratuitos; etc...
Para maiores detalhes, vejam o livro: 'Câncer Direito e Cidadania', de autoria da advogada Antonieta Barbosa, publicado pela Editora ARX.
Caso vocês conheçam alguém que tenha câncer e esteja em fase de tratamento, forneçam o número de telefone do 'Hospital Santana', em Mogi das Cruzes : 4727 - 6043
A pessoa interessada deve ligar antes e saber se o Hospital Santana tem ou não em estoque, remédio utilizado.
Caso eles tenham o remédio necessário O FORNECIMENTO É GRÁTIS.
Minha amiga teve um câncer de mama simples, pouco invasivo, sem metástase, graças a Deus.
E mesmo assim, ela terá que tomar um remédio por cinco anos.
Cada caixa custa R$ 500,00 (quinhentos reais).
Imaginem o drama de quem tem câncer metastaseado, incapacitante.

O livro contém todas as informações sobre todas as doenças que são beneficiadas por leis que nós desconhecemos, que não são divulgadas, além dos procedimentos que devem ser adotados para receber tais benefícios.

DIVULGUE !!!!
Nós nos transformamos naquilo que praticamos com freqüência.
A perfeição, portanto, não é um ato isolado. É um hábito.
Aristóteles Nelson Antonio Corrêa, médico ginecologista.

DIVULGUE!!
VOCÊ PODE ESTAR AJUDANDO UMA PESSOA QUE NECESSITA AJUDA, SEM SAIR DE CASA..

quinta-feira, 18 de agosto de 2011

Selo de Qualidade garante que roupa produzida não utilizou trabalho escravo

A Associação Brasileira do Vestuário (Abravest) acaba de lançar o Selo Abravest para roupas masculinas, que garante que as peças adquiridas pelo consumidor foram produzidas de acordo com os padrões da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) e por fornecedores que seguem as leis trabalhistas. “Para o consumidor, o selo é uma garantia de que a peça não foi produzida com uso de trabalho escravo”, explica o presidente da Abravest, Roberto Chadad.

A certificação para roupas femininas está prevista para o último trimestre do ano. O primeiro selo da Abravest foi criado em 2008, para a produção de meias. No ano seguinte, foi a vez de roupas para bebês, infanto-juvenis e uniformes.

O presidente da Abravest, Roberto Chadad, e a consultora Celina Almeida, do Instituto Totum, estão disponíveis para entrevistas sobre o Selo de Qualidade Abravest.

domingo, 14 de agosto de 2011

PRODUÇÃO DE VIDEOCLIPE CASEIRO

Produzi um videoclipe caseiro da música "A GENTE SE AMA NO SOM" de autoria do meu querido RIBAS MARTINS, editor da Revista Músico! - Tive o prazer de participar da gravação da música no estúdio. Não nos preocupamos com uma super produção porque quisemos mostrar a nossa verdadeira face.

A Fada Celeste Produções está fazendo videoclipes caseiros. Quem tiver interesse, deve ligar no 11 9803-3384. Atendemos somente a grande São Paulo. www.fadaceleste.com.br

Vários outros clipes serão produzidos e disponibilizados na internet e quem quiser conhecer mais sobre o trabalho do artista, pode acessar o seu blogue pessoal no www.ribasmartins.blogspot.com

quinta-feira, 30 de junho de 2011

CALÇADOS PLÁSTICOS DA FRAD AGRADAM MULHERES DE TODAS AS IDADES

 

IMG_0001

Gente! Fiz uma cobertura no evento da convenção para lançamento da coleção primavera-verão 2012 da indústria de calçados FRAD, localizada em São Caetano do Sul.

Todas as funcionárias estavam usando este modelo de sapato. Super bonito e confortável!

O único problema é que ainda não tem em todas as lojas de calçados. Eu estou querendo comprar um par mas não encontrei ainda. Estou tentando arranjar tempo para passear no Brás aqui em São Paulo. Dizem que por lá eu encontro.

Se quiserem saber mais sobre os modelos, visitem o site do fabricante www.frad.com.br.

quarta-feira, 22 de junho de 2011

PENSEI EM BLOGAR MAS ESTOU COM SONO

Eu ia escrever que já é tarde, mas acabei de olhar no relógio e percebi que agora é 3h11 da matina.
Sinto muito, mas estou com sono... Depois eu blogo...zzzzzzzzz


segunda-feira, 9 de maio de 2011

Vínculos sociais no espaço público e na natureza

Exposição aborda as transformações dos vínculos sociais no espaço público e na natureza

Entre o que me merece e o que me faz feliz - 2
O Centro Cultural Banco do Nordeste-Fortaleza (rua Floriano Peixoto, 941 – Centro – fone: (85) 3464.3108) abrirá a exposição “Imagem e Espaço” no próximo dia 17 (terça-feira), às 18 horas. Gratuita ao público, a exposição ficará em cartaz até o próximo dia 17 de junho (horários de visitação: terça-feira a sábado, de 10h às 20h; e aos domingos, de 12h às 18h).
Entre o que me merece e o que me faz feliz
A partir do curso de Realização em Audiovisual, oferecido pela Escola Pública de Audiovisual da Vila das Artes, equipamento da Prefeitura de Fortaleza, foram selecionadas para a mostra quatro vídeo-instalações, que trabalham questões como: as transformações no espaço público e na natureza dos vínculos sociais, a partir do fenômeno da aceleração tecnológica e dos fluxos de informação e produção audiovisual; as dimensões simbólicas na relação imagem e espaço; realização de atividades teóricas e práticas e análise da diversidade de imagens, com ênfase na representação sobre a cidade e seus múltiplos espaços sociais.

A imagem como possível espaço humano (texto de Hugo Pierot)
O que me olha quando me vejo
Como enquadrar aquilo que é humano? Como espacializar os desejos de felicidade, a busca de uma identidade ou sua constituição, a relação com o outro e a criação de um universo onde interagem personagens virtuais? Como construir um espaço em que, aquilo que é humano, sejam os sentimentos mais íntimos, o lúdico ou a descoberta de si e do outro, possam pulsar, tensionar e não apenas serem representados?
De uma forma ou de outra, os trabalhos apresentados na exposição Imagem e Espaço lidam com o problema de transformar em espaço habitável, tangível até, as relações estabelecidas com o outro, apontando, consequentemente, para as subjetividades de cada realizador, como numa via de mão dupla.
Outro problema retomado talvez seja o de pensar o cinema como uma possibilidade para além da sala escura com cadeiras e tela de projeção, onde o espectador está imóvel (como no útero materno).
Cada obra desta exposição lida com estas buscas de diferentes formas: seja por meio da criação de um ambiente imersivo (porém circulável, e convidativo à tatilidade); pela interferência direta do espectador e pela absorção/transformação/manipulação da iconografia cinematográfica; pela relação que se estabelece do eu com o eu-imagem; ou ainda pela tentativa de intervir no fluxo já pré-estabelecido das imagens na intenção de dar outras vozes e outros corpos midiáticos às pessoas comuns.
Embora as obras aqui apresentadas se insiram em um contexto que, como disse Philippe Dubois, estabelece a “arte da experiência mais do que da contemplação, do fenômeno mais do que da essência, da presença mais do que da representação”, todas procuram lidar com a experiência do cinema, trazendo para a superfície da imagem aquilo que nela há de mais humano.

Machinenbad
Sinopses das quatro vídeo-instalações
MACHINENBAD, de Leonardo Ferreira
Equipe: Lucas Carvalho, Júlio Figueroa, Gabriel Petter, Luziany Gomes, Elisa Ratts, Rodrigo Fernandes, Eduardo Pereira
Em uma instalação composta por três projeções cujas imagens dialogam, acompanhamos uma transcriação de “Ano Passado em Marienbad”, de Alain Resnais, filme no qual, num fluxo temporal e espacial fragmentado e não-naturalista, a dinâmica labiríntica dos encontros entre um homem misterioso e uma bela mulher desenvolve-se no interior de um luxuoso hotel. Nesta adaptação, porém, apenas modelos e cenários virtuais, baseados num jogo de videogame, são utilizados - um vídeo machinima. Enquanto a narrativa pré-editada é exibida em duas telas de imagens diferentes que se complementam, numa terceira podemos encarnar um dos personagens e manipular, em tempo real, o jogo, interagindo com cenários, objetos etc.

O QUE ME OLHA QUANDO ME VEJO, de Ticiana Lima
Equipe: Rafaela Diógenes, Drica Freitas, Rodrigo Fernandes, Luiza Pessoa, Raísa Christina, Natália Viana
A relação do 'eu' com o mundo é um processo de conquista. O ser humano precisa captar o entorno de si mesmo e ao mesmo tempo se fazer presente, ganhar existência. Ao travar conhecimento com o mundo, a pessoa busca mostrar seus atrativos, o melhor ângulo. Quem diz ao sujeito o que é o melhor de si? O espelho? Que espelho?

ENTRE O QUE ME MERECE E O QUE ME FAZ FELIZ, de Annádia Leite
Equipe: Amanda Pontes, Gláucia Barbosa, Andressa Back, Sarah Holanda, Hugo Pierot, Igor Vieira, Danilo Maia, Camila Vieira, Marina Mapurunga, Régis Andrade.
A escolha entre o que me merece e o que me faz feliz se dá pelo desejo. Ele que me move ao posicionamento em um desses lugares. Só se sabe como é a experiência a partir do momento em que ela é vivenciada ao longo do tempo. Minha convivência com o objeto de escolha quebra o ideal. E todo lugar, por melhor que aparente ser ou que seja de fato tem seus obstáculos. Não tive tempo para atestar que a outra opção fosse mais fácil, tranquila ou benéfica. O arrependimento da escolha parte da idealização. Posso modificar a opção, mas isso exige esforço para ultrapassar o comodismo, as exigências sociais, a confusão mental, as incertezas ou qualquer outra coisa. Fico me perguntando se é escolher com os olhos vendados e aceitar as decorrências disso. Talvez não, afinal o desejo se move através de todos os sentidos.

inTerVir, de Tiago Pedro
Equipe: Natália Viana, Floriza Rios, César Mota, Daniel Bezerra, Davi Queiroz, Angélica Rodrigues, Eugênio Pacelli, Elisa Ratts, Denise Pereira, Washington Hemmes
O projeto vai criando espaços sensoriais de encontro subjetivos dos moradores do centro, onde a rotina da atual sociedade distancia pessoas do conhecimento do próximo. inTerVir vem como ferramenta de reflexão sobre essa questão, produzindo ondas UHF de afetividades e alteridade em peças midiáticas.

quarta-feira, 27 de abril de 2011

CCBNB-Cariri comemora cinco anos de existência valorizando os artistas e grupos caririenses

Retratos de Minha Terra - Fotos: Indra Nunes
 O Centro Cultural Banco do Nordeste-Cariri (rua São Pedro, 337 – Centro – fone: (88) 3512.2855), com sede em Juazeiro do Norte, na região Sul do Ceará, comemora, neste mês, cinco anos de existência, valorizando os artistas e grupos caririenses. Será realizada uma série de eventos comemorativos, abrangendo espetáculos de teatro adulto e infantil, shows, exibição de filmes, contação de histórias e passeio cultural.
Pássaro de vôo curto
Neste sábado, 9, às 16 horas, acontecerá a contação de histórias “Deuses, heróis e monstros da mitologia”, com Elizabete Pacheco, inspirada na milenar mitologia grega e permeada por aventuras que envolvem deuses e monstros. O conjunto de histórias mostra como a humanidade era vista pelos antigos gregos e como ela está presente na história do ocidente. A contação será reapresentada no dia 16, às 16h.
Geraldo Junior
Além da contação de histórias, três espetáculos infantis serão apresentados no teatro do CCBNB-Cariri: “Tio G.” (neste sábado, 9, às 15h); “Lampiãozinho”, com a Cia. Yoko de Teatro, do Crato (dia 16, às 15h e 17h); e “Os três porquinhos”, com a Cia. Anjos da Alegria, também do Crato (dia 30, às 15h).
Caboré
A mostra de filmes destaca o trabalho de cineastas caririenses. Neste sábado, 9, às 17h30, serão exibidos os seguintes curtas-metragens: “A curva”, de Salomão Santana; “Corpos sagrados”, de Mariana Porto; “Cerca”, de Glauco Vieira; “Amor”, de Ythallo Rodrigues; e “Jarro de Peixes”, de Salomão Santana. No dia 16, será apresentado o longa-metragem “Estrada para Ythaca”, dirigido pelos Irmãos Pretti e Primos Parente. E no dia 30, a partir das 17h30, serão exibidos cinco curtas-metragens: “Lampião”, de Ythallo Rodrigues; “Também sou teu povo”, de Orlando Pereira e Franklin Lacerda; “Encontro não marcado”, de Michel Macedo; “Adeus, meu bem!”, de Allison Gomes e Ythallo Rodrigues; e “Quarta parede”, de Allison Gomes e Roberto Alves.
Dentro do programa Arte Retirante, que leva espetáculos para além das dependências do Centro Cultural, serão encenadas cinco peças teatrais, sendo quatro adultas e uma infantil, a saber: “Bodas de sangue”, do autor espanhol García Lorca e direção de Márcio Rodrigues, com o grupo cratense Centauro de Teatro, no município de Barbalha (dia 10, às 19h); “A vingança do finado Joaquim”, dirigida por Flávio Rocha e apresentada pela Cia. Anjos da Alegria, do Crato, na Vila Três Marias, em Juazeiro do Norte (dia 17, às 16h30); “Retalhos de minha terra”, com direção, pesquisa e texto de Gilsimar Gonçalves e apresentação pelo Grupo de Teatro Louco em Cena, de Barbalha, na Festa dos Karetas, na cidade de Jardim (dia 21, às 17h). E para a garotada, o espetáculo infantil “Os três porquinhos”, com a Cia. Anjos da Alegria, do Crato, na Fundação Casa Grande, em Nova Olinda (dia 29, às 16h).
Já no teatro do CCBNB-Cariri, serão apresentados os seguintes espetáculos cênicos: “Pássaro de voo curto”, com texto de Alcione Araújo e direção de Mauro César, e encenação pela Cia. Entremeios de Teatro, do Crato (dia 12, às 19h); “Avental todo sujo de ovo”, com direção de Jânio Tavares e apresentação pelo Grupo Ninho de Teatro (dia 13, às 19h); “Caboré”, com direção de Mano Damasceno e apresentada pela Cia. Desabafo de Teatro, de Juazeiro do Norte (dia 14, às 19h); “A comédia da maldição”, texto e direção de Cacá Araújo, com a Cia. Cearense de Teatro Brincante, do Crato (dia 15, às 19h); “O hóspede”, com direção de Joylson John Kandahar, encenada pela Cia. Mandacaru, de Juazeiro do Norte (dia 19, às 19h); e o monólogo “Retrato”, livremente inspirado na obra de Elias José, com texto e direção de Yarley Lima e apresentação de Walesvick Pinho, da Cia. Yoko de Teatro, do Crato (dia 20, às 19h).
Na área musical, serão realizados, no final do mês, nove shows comemorativos dos cinco anos de existência do Centro Cultural BNB-Cariri. No dia 26, apresentam-se Os Peleja, de Barbalha, às 18h30, e a Família Linard, do Crato, às 19h50. No dia 27, o rock do Morfin 8, às 18h30, e da Glory Fate, às 19h50 (ambas são de Juazeiro do Norte). No dia 28, às 18h30, canta Sílvio Grangeiro, de Milagres, e às 19h50, Geraldo Júnior, de Juazeiro do Norte. No dia 29, é a vez do show coletivo que reunirá nomes como Abidoral Jamacaru, Luiz Carlos Salatiel, João do Crato e Zabumbeiros Cariris, às 19h. No dia 30, Cleivan Paiva e Dihelson Mendonça, ambos do Crato, apresentam juntos o show “Tons musicais”, às 20h. No dia 1º de maio, Geraldo Júnior retorna ao palco, mas desta vez na Fundação Casa Grande, em Nova Olinda, às 19h.
Antes, no dia 30 de abril, às 16h30, haverá o Passeio Cultural, cujo objetivo é mostrar às crianças lugares do Cariri, valorizando a cultura e a história da região. O foco do passeio serão as praças históricas, a exemplo da Praça da Sé, no Crato.

* Luciano Sá

terça-feira, 29 de março de 2011

FALECE JOSÉ ALENCAR FALECE AOS 79 ANOS


Foto: http://www.imprensadobrasil.com.br/

"O importante na vida é poder voltar"

Frase que o pai de José Alencar lhe dizia na época da adolescencia

O Ex-vice presidente e Ex-Senador da República, José Alencar Gomes da Silva , 79 anos, faleceu na tarde de hoje às 14H41, em decorrencia de câncer e falência multipla dos órgãos.

Nasceu em 17 de Outubro de 1931 em Muriaé, Minas Gerais. Ainda menor de idade começou sua carreira como vendedor, época em que morou durante um ano e meio no corredor de um hotel. Foi galgando sua jornada profissional, crescendo até tornar-se um empresário de sucesso, dono da empresa Coteminas e ingressar na vida política, quando entregou o comando de suas empresas ao seu filho.

José Alencar tinha sido internado com um quadro de “suboclusão intestinal” ( obstrução do intestino com sangramento). Ele havia recebido alta no último dia 16, após sete dias internado por conta da inflamação de uma membrana que reveste a parede do abdômen. Ele lutava há anos contra um câncer no abdômen.

Sempre simpático com a imprensa que divulgou inúmeras cenas dele saindo dos hospitais, fragilizado, porém como um guerreiro incansável, obstinado pelo sucesso do Brasil, sempre fez questão de voltar ao trabalho. Mal saía dos hospitais, e lá estava ele trabalhando. Sua maior tristeza no início do ano, foi não poder estar presente na posse de sua amiga Dilma Roussef.
Em entrevista ao jornalista Paulo Henrique Amorim, em 21/03/2010, ele disse que embora estivesse doente, na ocasião se sentia bem. Todavia, se Deus o quisesse levar, não precisaria de um cancer pra isso; mas se não tivesse interesse em leva-lo, não seria um câncer que o mataria.
Sempre otimista, José de Alencar deu uma lição para os mais jovens que entram em depressão por causas infundadas. O ançião mostrou que viver vale à pena. Após 17 cirurgias e 12 anos de luta contra a doença, ele nunca se demonstrou derrotado. O desgaste do corpo venceu o espírito e se a teoria da reencarnação for verdadeira, otimista e vencedor como foi, em breve estará de volta entre nós para continuar sua jornada.

A frase "O importante na vida é poder voltar" que seu pai lhe dizia como aconselhamento na juventude, foi seguida à risca. Sua lealdade, personalidade, perseverança, humildade, fizeram com que ele deixasse as portas abertas por onde passou, inclusive nas nossas lembranças e em nosso coração.

Só nos resta dizer: Prazer em conhecê-lo, descanse em paz e até breve!

Claudia Souza - http://www.fadaceleste.com.br/

quinta-feira, 17 de março de 2011

ROBSON MIGUEL SE APRESENTA NO TEATRO MUNICIPAL DE MAUÁ

Genivaldo Batista Leite (Delegado OMB/CRESP de Diadema), Violonista Robson Miguel e Claudia Souza (jornalista da revista músico) - Foto: Ribas Martins





























O músico Robson Miguel emociou a platéia do 1º Encontro Regional de Profissionais da Música em Mauá, quando contou a história da Ordem dos Músicos do Brasil.
Quem ainda não conhecia as habilidades do músico ao violão, ficou espantado com a apresentação.
Dia 27/03 Robson Miguel vai gravar seu 17º DVD, na praça de Ribeirão Pires.
Para conhecer mais sobre o artista, acesse www.robsonmiguel.com.br

domingo, 6 de fevereiro de 2011

CURSOS ON-LINE PARA MICROEMPREENDEDORES

O Site Cursos24horas está atraindo cada vez mais os profissionais liberais em busca de novos conhecimentos.
Microempreendedores individuais que estão formalizando suas empresas, possuem a necessidade de desenvolverem conhecimentos nas áreas administrativas, marketing, informática, recursos humanos, entre outras, uma vez que não dispôem de verba suficiente para a contratação de profissionais.
Enquanto pequeno empreendedor, se faz necessário o conhecimento de tudo um pouco para se alavancar os negócios e adquirir novas competências.
O SEBRAE disponibiliza vários cursos gratuitos para os novos empresários e o site Cursos24horas possui também diversos cursos rápidos e pela internet com preços atrativos.


GANHE DINHEIRO COM O SEU SITE!

segunda-feira, 24 de janeiro de 2011

ONDE DOAR PARA AS VÍTIMAS DAS ENCHENTES

DOAÇÕES PARA VÍTIMAS DAS ENCHENTES – COMO AJUDAR

Muita gente está se mobilizando para colaborar com as vítimas das enchentes, mas muitos estão perdidos, sem saber os pontos mais próximos para doação. Aqui tem várias dicas de informações de recebemos.

Nos kits de alimentação, a solicitação é incluir açúcar, café, óleo, molhos para massas, arroz e feijão, além de outros alimentos prontos, que não precisam de preparo para serem consumidos, como biscoitos, goiabada, enlatados, etc. Os desabrigados também precisam de lençóis, cobertores e colchões, além de banheiras para bebês, mamadeiras e leite em pó específico para crianças em idade de amamentação.

Segundo a Defesa Civil e a Cruz Vermelha, outros dos principais itens pedidos são os de higiene pessoal (sabonete, pastas, escovas), limpeza (cloro, água sanitária, álcool líquido e em gel, detergente, esponjas) além de fósforo, velas, lanternas e pilhas, sacos para lixos, sacos para cesta básica, embalagem de quentinhas, roupas íntimas e de cama, toalhas de banho, fraldas infantis e geriátricas, travesseiros, fogão, botijão de gás, pano de prato, papel higiênico, pano de chão, vassouras, rodos, leite em pó, óleo, arroz, feijão, café, açúcar, tempero, sal, carne seca, linguiça e salsicha.

POSTOS DE ARRECADAÇÃO:

WALMART – SP e RJ
As lojas do Walmart, Sam’s Club, Maxxi e Todo Dia da Grande São Paulo e no estado do Rio de Janeiro instalaram postos de coleta para doações para as vítimas das enchentes. As arrecadações estão sendo enviadas diretamente para a Defesa Civil. Para fazer a doação, basta ir a qualquer loja do Walmart no RJ e na Grande SP. Para saber qual a loja mais próxima, ligue 0800-7055050 ou acesse http://www.walmartbrasil.com.br/

HOSPITAL ALEMÃO OSWALDO CRUZ - SP
O Hospital Alemão Oswaldo Cruz, em São Paulo, iniciou campanha para arrecadação de materiais a serem enviados às vitimas das enchentes na região Serrana do Rio de Janeiro. São cinco postos de coleta dentro da Instituição, preparados para receber água, alimentos não-perecíveis, roupas e calçados, cobertores e artigos de higiene pessoal.
As doações podem ser entregues nas recepções dos Blocos A e B do Hospital, localizado na Rua 13 de Maio, 1815, no bairro do Paraíso, Zona Sul de São Paulo. Todas as arrecadações serão encaminhadas à Cruz Vermelha para distribuição nos locais atingidos.
Hospital Alemão Oswaldo Cruz – http://www.hospitalalemao.org.br/

CONTINENTAL SHOPPING - SP
Sensibilizada com a situação dos moradores da região afetada pelas chuvas, a diretoria do Continental decidiu receber as doações de todos os moradores solidários da região do shopping. “Temos acompanhado toda essa tragédia e, diante desse quadro, é impossível não se mobilizar para tentar amenizar a dor dessas pessoas. Decidimos usar nossa infraestrutura e contar com o apoio de nossos clientes e lojistas para ajudar de alguma maneira”, diz Carlos Roberto Santos, Superintendente do Continental Shopping. A partir de hoje, quem quiser fazer suas doações pode dirigir-se ao 2º Piso do Continental, em frente ao SAC. A administração pede à população que leve apenas leite em pó, alimentos não perecíveis e de consumo imediato, água mineral, produtos de limpeza e kits de higiene para adultos e crianças. As doações arrecadadas pelo Continental Shopping serão encaminhadas ao Rotary Clube de Nova Friburgo e à Cruz Vermelha de São Paulo.
Serviço
Doações para a Região Serrana do Rio de Janeiro
Continental Shopping – 2º Piso – em frente ao SAC
Av. Leão Machado, 100 – Jaguaré
Fone: 11. 3769-3769
http://www.continentalshopping.com.br/
http://www.blogcontinentalshopping..blogspot.com/

HOSPITAL DO CÂNCER
Hospital do Câncer I – Praça Cruz Vermelha, nº23 – Centro.
Hospital do Câncer II – Rua Equador, nº831 - Santo Cristo.
Hospitais do Câncer III e IV, Rua Visconde Santa Isabel, nº274 – Vila Isabel.

ASSOCIAÇÃO DOS MAGISTRADOS DO RJ
Contando com a coordenação local de juízes das cidades atingidas, a Amaerj abriu uma conta para receber doações em dinheiro: Itaú, agência 6002, conta corrente 37428-5. Em parceria com as prefeituras, os juízes Paulo Wagner, de Nova Friburgo, Josimar Miranda Andrade, de Teresópolis, e Ronaldo Pietri, de Petrópolis, estão trabalhando para ajudar no atendimento aos mais necessitados em suas cidades. A Associação também está recebendo doações em sua sede, como alimentos não perecíveis, materiais de higiene pessoal – como escova e pasta de dentes e papel higiênico – e roupas, principalmente de crianças. A Amaerj fica no 4º andar, Bloco J, da Lâmina II do Fórum do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, na Av. Erasmo Braga, 115, Centro. Telefone: (21) 3133-2315.

SHOPPING TATUAPÉ - SP

Metrô Tatuapé – SP – Piso Térreo

SHOPPING METRÔ ITAQUERA - SP
Está recebendo preferencialmente água e produtos de higiene pessoal.
As doações deverão ser entregues no balcão de informações localizado na praça de eventos na entrada principal.
Horário de funcionamento: 2ª a sábado das 10h as 22hs e domingos das 10hs às 20hs

CRUZ VERMELHA - SP
A Cruz Vermelha Brasileira – Filial do Estado de São Paulo está recebendo doações de alimentos não perecíveis e itens de higiene pessoal e limpeza para auxiliar os atingidos pelas chuvas no Estado de São Paulo.
As doações podem ser entregues na sede da Cruz Vermelha de São Paulo, localizada na Avenida Moreira Guimarães, 699, Indianópolis (próximo ao aeroporto de Congonhas), de segunda a sexta-feira, das 08h às 18h.
A Cruz Vermelha é uma organização internacional, tradicional no mundo inteiro pela sua atuação em casos de desastres naturais e conflitos armados.
Para mais informações acesse o site: http://www.cvbsp.org.br/

OAB – ITAQUERA – SP
Está arrecadando doações para a Cruz Vermelha
Av. Pires do Rio, 3740 – Itaquera - (11) 2052-8800 / 2052-0451

METRÔ – CPTM - EMTU
A Secretaria de Estados dos Transportes Metropolitanos informa que, a partir desta quarta-feira, dia 19, o Metrô, a CPTM e a EMTU/SP iniciam campanha para arrecadar donativos às vitimas das chuvas. Os interessados em colaborar podem doar roupas, alimentos não perecíveis [embalados em caixas, latas ou sacos e que não sejam refrigerados] e material de higiene pessoal, incluindo fraldas descartáveis, até o dia 2 de fevereiro.

As caixas coletoras estarão localizadas nas estações mais movimentadas do sistema metro-ferroviário e nos terminais metropolitanos do Corredor ABD da EMTU [São Mateus - Jabaquara], numa parceria entre a EMTU e a Concessionária Metra, operadora do Corredor ABD.

Cada posto de coleta terá duas caixas, uma para doações de peças de vestuário e outra para receber alimentos não perecíveis e itens de higiene pessoal. Os produtos arrecadados serão encaminhados para o Fundo Social de Solidariedade do Governo e de Desenvolvimento Social e Cultural do Estado de São Paulo [Fussesp], que os enviará às comunidades atingidas pelas chuvas nos municípios paulistas e na região serrana.

Confira os pontos de arrecadação de donativos:

STM
Prédio Administrativo - Cidade II, Rua Boa Vista, 175 - Centro

Metrô
Estação Sé: Linhas 1-Azul e 3-Vermelha
Estação Paraíso: Linhas 1-Azul e 2-Verde
Estação Tucuruvi: Linha 1-Azul
Estação Tatuapé: Linha 3-Vermelha

CPTM
Estação Barra Funda: Linha 8-Diamante
Estação Santo Amaro: Linha 9-Esmeralda
Estação Luz: Linha 10-Turquesa
Estação Brás: Linha 11-Coral

EMTU
Terminal Metropolitano São Mateus
Av. Adélia Chohfi, 100 - Jardim Vera Cruz - São Paulo

Terminal Metropolitano São Bernardo do Campo
Rua Domingo Ballotin, s/nº - Centro - São Bernardo do Campo

Terminal Metropolitano Santo André Leste
Rua Itambé, s/nº - Centro - Santo André

Terminal Metropolitano Santo André Oeste
Rua Visconde de Taunay, s/nº - Centro - Santo André

Terminal Metropolitano Piraporinha
Av. Piraporinha, altura do nº 1.956 - Piraporinha - Diadema

Terminal Metropolitano Diadema
Av. Conceição, 7.000 - Parque Mamede - Diadema

Terminal Metropolitano Sônia Maria
Rua Ataulfo Alves, s/nº - Jardim Sônia Maria - Mauá

Terminal Metropolitano Ferrazópolis
Rua Pedro Henry, 250 - Vila Olga- São Bernardo do Campo

Terminal Metropolitano Jabaquara
Av. Eng.º Armando de Arruda Pereira [entre as ruas dos Comerciários e Nelson Fernandes] - Jabaquara [ao lado do Terminal Rodoviário do Jabaquara]


SINDICARGA e NTCeLOGÍSTICA
Seis empresas voluntárias se uniram à Comissão de Jovens Empresários e Executivos da NTC&Logística, ao Sindicato das Empresas de Transporte Rodoviário de Cargas e Logística do Rio de Janeiro (Sindicarga) e à Federação do Transporte de Cargas do Estado do Rio de Janeiro (Fetranscarga) para ajudar as vítimas de enchente no estado. Até o momento, foram doadas dez toneladas de produtos.

O grupo está arrecadando água, alimentos não perecíveis e de fácil preparo, além de roupas, cobertores, colchonetes e itens de higiene pessoal (sabonete, pasta dental, fralda descartável, absorvente). Os interessados em colaborar devem entrar em contato com Soraia Souza ou Baldomero, pelos telefones (21) 3194-5555 / 8436-1030 e (21) 7840-5992, respectivamente.

As colaborações também podem ser entregues às seguintes empresas:

Transita Transportes
Av. Castelo Branco, 300 - Penha Circular
Rio de Janeiro - RJ, 21012-000
(21) 2290-0326

Utilíssimo Transportes
Rodovia Washington Luiz, 2569, Quadra C- Armazéns 05 a 09
Duque de Caxias – RJ
(21) 3266-4450

Transportes Carvalhão
Rodovia Washington Luiz, 5049, Km 4,5 – Jardim Gramacho
Duque de Caxias, RJ
(21) 2775-1700

Sibelly Transportes
Rua Cidade de Agrolongo, 145 – Penha
Rio de Janeiro - RJ, 21020-190
(21) 3976-3932

Jantex Transportes
Rua Guilherme Frota, 189 – Bonsucesso
Rio de Janeiro – RJ, 21042-750
(21) 3289-1117

Botafogo Transportes
Rua Castelo Branco, 117 – Penha
Rio de Janeiro - RJ, 21072-480
(21) 2560-0929


DOAÇÕES EM DINHEIRO:

REDECARD - MASTERCARD
A Redecard, em parceria com a MasterCard®, está recolhendo doações, por meio de cartão de crédito, em prol das vítimas das chuvas que atingiram a Região Serrana do Rio de Janeiro.
Os interessados podem doar de R$ 5,00 a R$ 100,00 com cartões de crédito MasterCard®. Para isso, basta entrar no Portal Redecard (www.redecard.com.br), clicar no banner “Você também pode ajudar as vítimas das chuvas no Rio de Janeiro” e fazer a doação.

GRUPO PÃO DE AÇUCAR
O Grupo Pão de Açúcar abriu espaço na internet para que os clientes possam comprar produtos a preços especiais e doa-los às vitimas da região serrana do Rio de Janeiro. Além da aquisição de produtos pelo site http://www.paodeacucar.com.br/ ou pelos telefones (11) 3055- 6767 (SP capital) e o 4004-6070 (demais localidades), o Grupo Pão de açúcar disponibiliza 330 lojas nos estados do Rio de Janeiro e São Paulo, que estão recebendo doações de alimentos e produtos de limpeza e higiene. A rede fará a entrega diretamente ao Governo do Estado (Conab) que distribuirá os itens nas regiões afetadas. Através do site as compras poderão ser realizadas por qualquer pessoa, desde que cadastradas e não existe valor ou quantidade mínima de compra. Não importa a localização do cliente, ele pode acessar o site de qualquer cidade, estado, ou país. Não haverá cobrança de frete e o http://www.paodeacucar.com.br/ enviará a todos os clientes uma carta de agradecimento com a nota fiscal. A ação é válida até 31 de janeiro.

SOS Teresópolis – Donativos
Banco do Brasil
Agência: 0741-2
C/C: 110000-9
CNPJ – 29.138.369/0001-47

SOS Teresópolis – Donativos
Caixa Econômica Federal:
Agência: 4146
C/C: 2011-1
CNPJ – 29.138.369/0001-47

Prefeitura de Nova Friburgo
Banco: Banco do Brasil
Agência: 0335-2
Conta: 120.000-3

Defesa Civil – RJ
Caixa Econômica Federal
Agência: 0199
Operação: 006
Conta: 2011-0

Viva Rio (organização não-governamental)
Banco do Brasil
Agência:1769-8
Conta-corrente: 411396-9
CNPJ: 00343941/0001-28


DOAÇÕES PARA ANIMAIS:
A WSPA – Sociedade Mundial de Proteção Animal, disponibiliza duas formas para as pessoas interessadas em contribuir neste momento: em dinheiro ou em forma de produto, doando rações e medicamentos veterinários para os animais.
As doações em dinheiro podem ser feitas por depósito em nome de:

Defensores dos Animais
CNPJ: 04.363.242/0001-09
Banco Bradesco
Agência: 0279 Dígito: 8
Conta-poupança: 172813-0

Esta conta é coordenada pela WSPA e todos os recursos serão empregados na prestação de socorro e prevenção de doenças em prol do bem-estar dos animais.

Caso você queira doar alimentos para cães e gatos ou medicamentos, veja no site http://www.wspa.org/ os endereços para entrega na própria região atingida.

FESTAS BENEFICENTES:

CLUB Z

A festa beneficente acontece no próximo dia 24 de janeiro (2ª feira), a partir das 23h30 ao som da talentosa Luna Bassi que agita a mulherada levando o melhor dos sons dos anos 1980, 1990, MPB, Pop Rock. Já o line up do piso superior fica por conta dos DJ’s residentes Mauricio SB e Junior Dub que agitam a pista até altas horas da madrugada.
Para fazer parte desta campanha de solidariedade, basta levar roupas em bom estado, brinquedos, água mineral, alimentos não perecíveis e materiais de higiene e limpeza; estas doações, numa quantidade mínima de 2 peças ou 2 Kilos, lhe dão o direito de entrar na casa e curtir a noite.
A sua entrada no Club Z é a sua doação. No dia posterior a festa, o proprietário da casa Edison, seguirá rumo a Cruz Vermelha de São Paulo para entregar os donativos arrecadados com a ajuda de todos.

CLUB Z
Endereço| Rua Augusta, 430 – Consolação
Funcionamento|Sextas e Sábados – 23h30
Telefone| (11) 2239-8764
Cartões| Todos os cartões, exceto Amex
Possui ar condicionado| Sim
Área para fumantes| Sim
Acesso para deficientes| Sim
Estacionamento l R$20,00
Capacidade| 900 pessoas
Entrada| Doações ou R$ 35,00.
*Quem não puder participar da festa e quiser contribuir, basta levar as doações no Club Z.
Nessa quarta edição, o público pode aproveitar para fazer doações para vítimas das enchentes do Rio de Janeiro. A Secretaria vai receber alimentos não perecíveis (com exceção de sal e açúcar), além de materiais de higiene pessoal e de limpeza, pois vai montar um posto de coleta da Defesa Civil de São Paulo.

Serviço:

O IV Vale da Participação e Parceria comemora o 457º aniversário de São Paulo com grandes atrações

Data: 25 de Janeiro
Hora: das 9 às 18 horas
Endereço: Vale do Anhangabaú - Centro

Programação:
Palco Principal
09h Ponto Zero (Pop)
10h João Pedro e Banda - Fruto do Meu Suor
11h40 Chimarruts (Reggae)
14h Turma do Pagode (Pagode)
15h Samprazer (Samba)
17h Michel Telo (Sertanejo)

Tenda Cultural
10h Baile da Melhor Idade
14h Baile Black

DOAÇÃO DE SANGUE

Doação de sangue e plaquetas
Diante da resposta imediata da população, as doações de sangue e plaquetas para as vítimas da Região Serrana, poderão ser agendadas pelos telefones (21) 2506-6021, 2506-6021, 2506-6580 e 2506-6064. O ideal é que a população aguarde até a próxima semana para voltar a doar, já que o sangue estocado tem validade de 35 dias e as plaquetas, apenas cinco.
Para doar sangue é preciso estar em boas condições de saúde, evitar alimentos gordurosos (não é necessário estar em jejum), pesar mais de 50 Kg e ter entre 18 e 65 anos.

sábado, 22 de janeiro de 2011

DEPENDENCIA ALCOOLICA CRESCE NO PAÍS

A dependência alcoólica é um grave problema de saúde pública e o consumo de álcool está associado a 2,5 milhões de mortes por ano ao redor do mundo, segundo a Organização Mundial da Saúde. O uso abusivo de bebidas alcoólicas aumenta a probabilidade de ocorrência de acidentes de trânsito, situações de violência, gravidez não planejada, casos de afogamentos, sexo desprotegido, entre outros. Além disso, envolve um alto custo social e econômico: a estimativa anual de gasto com problemas relacionados ao consumo nocivo se encontra entre 0,6% e 2% do PIB global, o que significa, aproximadamente, US$ 210 milhões a US$ 665 milhões.

Devido à relevância do tema, gostaríamos de fornecer nossos contatos e listar algumas sugestões de pautas do CISA – Centro de Informações sobre Saúde e Álcool (www.cisa.org.br), organização não governamental que se destaca como uma das principais fontes sobre o tema no Brasil. Podemos contribuir em suas reportagens com informações sobre os seguintes assuntos:



Álcool e drogas: Estudo britânico divulgado recentemente aponta que, em relação aos danos causados aos usuários e à sociedade, o álcool foi considerado mais prejudicial do que o crack ou a heroína, por um comitê especializado.



Álcool e mulher: Estudos epidemiológicos indicam aumento do consumo de álcool entre as mulheres, nos países da América Latina e Estados Unidos. O tema é relevante, pois a intensidade dos efeitos dessa substância no organismo das mulheres é mais exacerbada em comparação aos homens.



Álcool e gravidez: Pesquisas indicam que muitas mulheres consomem bebidas alcoólicas durante a gestação. Em decorrência desse comportamento, tanto a saúde do feto como a da mãe podem sofrer efeitos negativos, uma vez que o álcool atravessa a placenta. Entre as consequências relacionadas ao consumo de álcool durante a gravidez, a mais grave e comum é a Síndrome Fetal Alcoólica (SFA), apontada como a maior causa evitável de retardo mental em crianças.



Álcool e transtornos alimentares: De acordo com estudos científicos, a relação entre os transtornos alimentares e os transtornos relacionados ao uso de álcool é de mão dupla. Muitos dos indivíduos com transtornos alimentares, como a anorexia, bebem para amenizar a dor e a angústia de não “poder” comer e ainda acreditam que a bebida não engorda ou que ajuda a controlar a fome. A sensação de que o álcool diminui a fome ocorre porque o álcool aumenta a liberação de leptina, uma substância associada à sensação de saciedade. Entretanto, as bebidas alcoólicas fornecem calorias, mas poucos nutrientes, o que pode levar as pessoas, que realizam o consumo de álcool em detrimento ao de alimentos, a quadros graves de desnutrição, entre outros problemas advindos da alimentação inadequada. Além disso, quando se está com estômago vazio, o álcool é absorvido mais rápido e exerce seus efeitos mais intensamente, podendo ocasionar gastrites e úlcera.



Álcool e jovens: Estudo brasileiro avaliou a associação entre o uso pesado de álcool por estudantes e fatores familiares, pessoais e sociais. Foram entrevistados 48.155 estudantes de escolas públicas, com idade entre 10 e 18 anos. Os resultados mostram que os fatores associados a uma maior chance de ter feito uso pesado de álcool foram: ter mais de 15 anos de idade, relação ruim ou regular com pai e mãe, perceber o pai como liberal, não ter filiação religiosa e ter trabalho formal. Desta forma, a pesquisa sugere que ter ligações familiares mais fortes e seguir uma religião podem auxiliar na prevenção do uso abusivo de álcool entre estudantes. Além disso, as consequências negativas do consumo nocivo de bebidas alcoólicas podem permanecer no início da idade adulta. Esta foi a indicação de pesquisa australiana divulgada pelo CISA, apontando que metade dos homens que faziam uso pesado episódico de álcool na juventude continuaram a fazê-lo no início da idade adulta, comportamento que acaba por consistir em forte preditor para se tornar um bebedor crônico na idade adulta.



Álcool e violência: Estudo brasileiro destaca o uso de álcool como um fator importante no processo de vitimização por homicídios em São Paulo. Entre os resultados, a pesquisa apontou que 43% das vítimas de homicídios analisadas apresentaram níveis de álcool no sangue superiores a 0,2 g/l, e que 56,4% das vítimas mortas nos fins de semana estavam alcoolizadas, o que pode estar relacionado ao consumo de álcool de alto risco em bares e festas, mais comuns nesses dias.



Álcool e afogamento: A combinação de bebida alcoólica e banho de mar ou em rios, represas e cachoeiras pode tornar-se perigosa, principalmente quando associada à imprudência e desconhecimento das áreas de perigo. Estima-se que o uso de álcool esteja associado a cerca de 25 a 50% das mortes de adolescentes e adultos relacionadas a atividades recreativas aquáticas.



Mitos sobre o consumo de álcool: Grande parte das pessoas que bebe em excesso acaba tendo problemas com a direção de veículos, porque não são capazes de reconhecer que a destreza necessária para a direção, além de outras habilidades importantes, como a tomada de decisões, são prejudicadas muito antes dos sinais físicos da embriaguez começarem a aparecer. Outro engano muito comum é subestimar os efeitos duradores do álcool em nosso corpo. Alguns acreditam que parar de beber ou tomar um copo de café podem torná-los aptos a dirigir com segurança. A verdade é que o álcool continua a afetar o cérebro, mesmo após a última dose, prejudicando a coordenação e a capacidade de julgamento até mesmo horas depois da ingestão de bebidas alcoólicas.



Lei Seca: O CISA destaca a influência positiva da Lei 11.705/08, popularmente conhecida como Lei Seca, para a mudança de comportamento dos motoristas, que se tornaram mais responsáveis em relação à mistura “álcool e direção”. A ONG defende, ainda, a intensificação da fiscalização e a aplicação de punição para os infratores como formas de garantir a continuidade da eficácia da lei.



Entrevistas: Para possíveis matérias sobre os assuntos relacionados a álcool e saúde, sugerimos entrevista com o Dr. Arthur Guerra de Andrade, presidente do CISA, Professor da Universidade de São Paulo (USP), psiquiatra e especialista em dependência química ou com a Dra. Camila Magalhães Silveira, psiquiatra e coordenadora do CISA.



Sobre o CISA

O Centro de Informações sobre Saúde e Álcool – CISA, organização não governamental lançada em 2004 pelo psiquiatra e especialista em dependência química Arthur Guerra de Andrade, é hoje a maior fonte de informações no País sobre o binômio álcool e saúde. Por meio de seu website (www.cisa.org.br), o CISA dispõe de um banco de dados com mais de 1.600 títulos, desde publicações científicas reconhecidas nacional e internacionalmente, dados oficiais, até notícias publicadas em jornais e revistas destinados ao público em geral. Além de estar comprometido com o avanço do conhecimento na área de saúde e álcool, o Centro também atua na prevenção do abuso e nos problemas do uso indevido da substância, por meio de parcerias e elaboração de materiais de apoio a pais e educadores.

COMO DISTRAIR AS CRIANÇAS NA FESTA DE CASAMENTO

Nada como uma lembrancinha capaz de prender a atenção das crianças nos ambientes dos adultos não é? Criar um espaço para os pequenos ...