segunda-feira, 24 de janeiro de 2011

ONDE DOAR PARA AS VÍTIMAS DAS ENCHENTES

DOAÇÕES PARA VÍTIMAS DAS ENCHENTES – COMO AJUDAR

Muita gente está se mobilizando para colaborar com as vítimas das enchentes, mas muitos estão perdidos, sem saber os pontos mais próximos para doação. Aqui tem várias dicas de informações de recebemos.

Nos kits de alimentação, a solicitação é incluir açúcar, café, óleo, molhos para massas, arroz e feijão, além de outros alimentos prontos, que não precisam de preparo para serem consumidos, como biscoitos, goiabada, enlatados, etc. Os desabrigados também precisam de lençóis, cobertores e colchões, além de banheiras para bebês, mamadeiras e leite em pó específico para crianças em idade de amamentação.

Segundo a Defesa Civil e a Cruz Vermelha, outros dos principais itens pedidos são os de higiene pessoal (sabonete, pastas, escovas), limpeza (cloro, água sanitária, álcool líquido e em gel, detergente, esponjas) além de fósforo, velas, lanternas e pilhas, sacos para lixos, sacos para cesta básica, embalagem de quentinhas, roupas íntimas e de cama, toalhas de banho, fraldas infantis e geriátricas, travesseiros, fogão, botijão de gás, pano de prato, papel higiênico, pano de chão, vassouras, rodos, leite em pó, óleo, arroz, feijão, café, açúcar, tempero, sal, carne seca, linguiça e salsicha.

POSTOS DE ARRECADAÇÃO:

WALMART – SP e RJ
As lojas do Walmart, Sam’s Club, Maxxi e Todo Dia da Grande São Paulo e no estado do Rio de Janeiro instalaram postos de coleta para doações para as vítimas das enchentes. As arrecadações estão sendo enviadas diretamente para a Defesa Civil. Para fazer a doação, basta ir a qualquer loja do Walmart no RJ e na Grande SP. Para saber qual a loja mais próxima, ligue 0800-7055050 ou acesse http://www.walmartbrasil.com.br/

HOSPITAL ALEMÃO OSWALDO CRUZ - SP
O Hospital Alemão Oswaldo Cruz, em São Paulo, iniciou campanha para arrecadação de materiais a serem enviados às vitimas das enchentes na região Serrana do Rio de Janeiro. São cinco postos de coleta dentro da Instituição, preparados para receber água, alimentos não-perecíveis, roupas e calçados, cobertores e artigos de higiene pessoal.
As doações podem ser entregues nas recepções dos Blocos A e B do Hospital, localizado na Rua 13 de Maio, 1815, no bairro do Paraíso, Zona Sul de São Paulo. Todas as arrecadações serão encaminhadas à Cruz Vermelha para distribuição nos locais atingidos.
Hospital Alemão Oswaldo Cruz – http://www.hospitalalemao.org.br/

CONTINENTAL SHOPPING - SP
Sensibilizada com a situação dos moradores da região afetada pelas chuvas, a diretoria do Continental decidiu receber as doações de todos os moradores solidários da região do shopping. “Temos acompanhado toda essa tragédia e, diante desse quadro, é impossível não se mobilizar para tentar amenizar a dor dessas pessoas. Decidimos usar nossa infraestrutura e contar com o apoio de nossos clientes e lojistas para ajudar de alguma maneira”, diz Carlos Roberto Santos, Superintendente do Continental Shopping. A partir de hoje, quem quiser fazer suas doações pode dirigir-se ao 2º Piso do Continental, em frente ao SAC. A administração pede à população que leve apenas leite em pó, alimentos não perecíveis e de consumo imediato, água mineral, produtos de limpeza e kits de higiene para adultos e crianças. As doações arrecadadas pelo Continental Shopping serão encaminhadas ao Rotary Clube de Nova Friburgo e à Cruz Vermelha de São Paulo.
Serviço
Doações para a Região Serrana do Rio de Janeiro
Continental Shopping – 2º Piso – em frente ao SAC
Av. Leão Machado, 100 – Jaguaré
Fone: 11. 3769-3769
http://www.continentalshopping.com.br/
http://www.blogcontinentalshopping..blogspot.com/

HOSPITAL DO CÂNCER
Hospital do Câncer I – Praça Cruz Vermelha, nº23 – Centro.
Hospital do Câncer II – Rua Equador, nº831 - Santo Cristo.
Hospitais do Câncer III e IV, Rua Visconde Santa Isabel, nº274 – Vila Isabel.

ASSOCIAÇÃO DOS MAGISTRADOS DO RJ
Contando com a coordenação local de juízes das cidades atingidas, a Amaerj abriu uma conta para receber doações em dinheiro: Itaú, agência 6002, conta corrente 37428-5. Em parceria com as prefeituras, os juízes Paulo Wagner, de Nova Friburgo, Josimar Miranda Andrade, de Teresópolis, e Ronaldo Pietri, de Petrópolis, estão trabalhando para ajudar no atendimento aos mais necessitados em suas cidades. A Associação também está recebendo doações em sua sede, como alimentos não perecíveis, materiais de higiene pessoal – como escova e pasta de dentes e papel higiênico – e roupas, principalmente de crianças. A Amaerj fica no 4º andar, Bloco J, da Lâmina II do Fórum do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, na Av. Erasmo Braga, 115, Centro. Telefone: (21) 3133-2315.

SHOPPING TATUAPÉ - SP

Metrô Tatuapé – SP – Piso Térreo

SHOPPING METRÔ ITAQUERA - SP
Está recebendo preferencialmente água e produtos de higiene pessoal.
As doações deverão ser entregues no balcão de informações localizado na praça de eventos na entrada principal.
Horário de funcionamento: 2ª a sábado das 10h as 22hs e domingos das 10hs às 20hs

CRUZ VERMELHA - SP
A Cruz Vermelha Brasileira – Filial do Estado de São Paulo está recebendo doações de alimentos não perecíveis e itens de higiene pessoal e limpeza para auxiliar os atingidos pelas chuvas no Estado de São Paulo.
As doações podem ser entregues na sede da Cruz Vermelha de São Paulo, localizada na Avenida Moreira Guimarães, 699, Indianópolis (próximo ao aeroporto de Congonhas), de segunda a sexta-feira, das 08h às 18h.
A Cruz Vermelha é uma organização internacional, tradicional no mundo inteiro pela sua atuação em casos de desastres naturais e conflitos armados.
Para mais informações acesse o site: http://www.cvbsp.org.br/

OAB – ITAQUERA – SP
Está arrecadando doações para a Cruz Vermelha
Av. Pires do Rio, 3740 – Itaquera - (11) 2052-8800 / 2052-0451

METRÔ – CPTM - EMTU
A Secretaria de Estados dos Transportes Metropolitanos informa que, a partir desta quarta-feira, dia 19, o Metrô, a CPTM e a EMTU/SP iniciam campanha para arrecadar donativos às vitimas das chuvas. Os interessados em colaborar podem doar roupas, alimentos não perecíveis [embalados em caixas, latas ou sacos e que não sejam refrigerados] e material de higiene pessoal, incluindo fraldas descartáveis, até o dia 2 de fevereiro.

As caixas coletoras estarão localizadas nas estações mais movimentadas do sistema metro-ferroviário e nos terminais metropolitanos do Corredor ABD da EMTU [São Mateus - Jabaquara], numa parceria entre a EMTU e a Concessionária Metra, operadora do Corredor ABD.

Cada posto de coleta terá duas caixas, uma para doações de peças de vestuário e outra para receber alimentos não perecíveis e itens de higiene pessoal. Os produtos arrecadados serão encaminhados para o Fundo Social de Solidariedade do Governo e de Desenvolvimento Social e Cultural do Estado de São Paulo [Fussesp], que os enviará às comunidades atingidas pelas chuvas nos municípios paulistas e na região serrana.

Confira os pontos de arrecadação de donativos:

STM
Prédio Administrativo - Cidade II, Rua Boa Vista, 175 - Centro

Metrô
Estação Sé: Linhas 1-Azul e 3-Vermelha
Estação Paraíso: Linhas 1-Azul e 2-Verde
Estação Tucuruvi: Linha 1-Azul
Estação Tatuapé: Linha 3-Vermelha

CPTM
Estação Barra Funda: Linha 8-Diamante
Estação Santo Amaro: Linha 9-Esmeralda
Estação Luz: Linha 10-Turquesa
Estação Brás: Linha 11-Coral

EMTU
Terminal Metropolitano São Mateus
Av. Adélia Chohfi, 100 - Jardim Vera Cruz - São Paulo

Terminal Metropolitano São Bernardo do Campo
Rua Domingo Ballotin, s/nº - Centro - São Bernardo do Campo

Terminal Metropolitano Santo André Leste
Rua Itambé, s/nº - Centro - Santo André

Terminal Metropolitano Santo André Oeste
Rua Visconde de Taunay, s/nº - Centro - Santo André

Terminal Metropolitano Piraporinha
Av. Piraporinha, altura do nº 1.956 - Piraporinha - Diadema

Terminal Metropolitano Diadema
Av. Conceição, 7.000 - Parque Mamede - Diadema

Terminal Metropolitano Sônia Maria
Rua Ataulfo Alves, s/nº - Jardim Sônia Maria - Mauá

Terminal Metropolitano Ferrazópolis
Rua Pedro Henry, 250 - Vila Olga- São Bernardo do Campo

Terminal Metropolitano Jabaquara
Av. Eng.º Armando de Arruda Pereira [entre as ruas dos Comerciários e Nelson Fernandes] - Jabaquara [ao lado do Terminal Rodoviário do Jabaquara]


SINDICARGA e NTCeLOGÍSTICA
Seis empresas voluntárias se uniram à Comissão de Jovens Empresários e Executivos da NTC&Logística, ao Sindicato das Empresas de Transporte Rodoviário de Cargas e Logística do Rio de Janeiro (Sindicarga) e à Federação do Transporte de Cargas do Estado do Rio de Janeiro (Fetranscarga) para ajudar as vítimas de enchente no estado. Até o momento, foram doadas dez toneladas de produtos.

O grupo está arrecadando água, alimentos não perecíveis e de fácil preparo, além de roupas, cobertores, colchonetes e itens de higiene pessoal (sabonete, pasta dental, fralda descartável, absorvente). Os interessados em colaborar devem entrar em contato com Soraia Souza ou Baldomero, pelos telefones (21) 3194-5555 / 8436-1030 e (21) 7840-5992, respectivamente.

As colaborações também podem ser entregues às seguintes empresas:

Transita Transportes
Av. Castelo Branco, 300 - Penha Circular
Rio de Janeiro - RJ, 21012-000
(21) 2290-0326

Utilíssimo Transportes
Rodovia Washington Luiz, 2569, Quadra C- Armazéns 05 a 09
Duque de Caxias – RJ
(21) 3266-4450

Transportes Carvalhão
Rodovia Washington Luiz, 5049, Km 4,5 – Jardim Gramacho
Duque de Caxias, RJ
(21) 2775-1700

Sibelly Transportes
Rua Cidade de Agrolongo, 145 – Penha
Rio de Janeiro - RJ, 21020-190
(21) 3976-3932

Jantex Transportes
Rua Guilherme Frota, 189 – Bonsucesso
Rio de Janeiro – RJ, 21042-750
(21) 3289-1117

Botafogo Transportes
Rua Castelo Branco, 117 – Penha
Rio de Janeiro - RJ, 21072-480
(21) 2560-0929


DOAÇÕES EM DINHEIRO:

REDECARD - MASTERCARD
A Redecard, em parceria com a MasterCard®, está recolhendo doações, por meio de cartão de crédito, em prol das vítimas das chuvas que atingiram a Região Serrana do Rio de Janeiro.
Os interessados podem doar de R$ 5,00 a R$ 100,00 com cartões de crédito MasterCard®. Para isso, basta entrar no Portal Redecard (www.redecard.com.br), clicar no banner “Você também pode ajudar as vítimas das chuvas no Rio de Janeiro” e fazer a doação.

GRUPO PÃO DE AÇUCAR
O Grupo Pão de Açúcar abriu espaço na internet para que os clientes possam comprar produtos a preços especiais e doa-los às vitimas da região serrana do Rio de Janeiro. Além da aquisição de produtos pelo site http://www.paodeacucar.com.br/ ou pelos telefones (11) 3055- 6767 (SP capital) e o 4004-6070 (demais localidades), o Grupo Pão de açúcar disponibiliza 330 lojas nos estados do Rio de Janeiro e São Paulo, que estão recebendo doações de alimentos e produtos de limpeza e higiene. A rede fará a entrega diretamente ao Governo do Estado (Conab) que distribuirá os itens nas regiões afetadas. Através do site as compras poderão ser realizadas por qualquer pessoa, desde que cadastradas e não existe valor ou quantidade mínima de compra. Não importa a localização do cliente, ele pode acessar o site de qualquer cidade, estado, ou país. Não haverá cobrança de frete e o http://www.paodeacucar.com.br/ enviará a todos os clientes uma carta de agradecimento com a nota fiscal. A ação é válida até 31 de janeiro.

SOS Teresópolis – Donativos
Banco do Brasil
Agência: 0741-2
C/C: 110000-9
CNPJ – 29.138.369/0001-47

SOS Teresópolis – Donativos
Caixa Econômica Federal:
Agência: 4146
C/C: 2011-1
CNPJ – 29.138.369/0001-47

Prefeitura de Nova Friburgo
Banco: Banco do Brasil
Agência: 0335-2
Conta: 120.000-3

Defesa Civil – RJ
Caixa Econômica Federal
Agência: 0199
Operação: 006
Conta: 2011-0

Viva Rio (organização não-governamental)
Banco do Brasil
Agência:1769-8
Conta-corrente: 411396-9
CNPJ: 00343941/0001-28


DOAÇÕES PARA ANIMAIS:
A WSPA – Sociedade Mundial de Proteção Animal, disponibiliza duas formas para as pessoas interessadas em contribuir neste momento: em dinheiro ou em forma de produto, doando rações e medicamentos veterinários para os animais.
As doações em dinheiro podem ser feitas por depósito em nome de:

Defensores dos Animais
CNPJ: 04.363.242/0001-09
Banco Bradesco
Agência: 0279 Dígito: 8
Conta-poupança: 172813-0

Esta conta é coordenada pela WSPA e todos os recursos serão empregados na prestação de socorro e prevenção de doenças em prol do bem-estar dos animais.

Caso você queira doar alimentos para cães e gatos ou medicamentos, veja no site http://www.wspa.org/ os endereços para entrega na própria região atingida.

FESTAS BENEFICENTES:

CLUB Z

A festa beneficente acontece no próximo dia 24 de janeiro (2ª feira), a partir das 23h30 ao som da talentosa Luna Bassi que agita a mulherada levando o melhor dos sons dos anos 1980, 1990, MPB, Pop Rock. Já o line up do piso superior fica por conta dos DJ’s residentes Mauricio SB e Junior Dub que agitam a pista até altas horas da madrugada.
Para fazer parte desta campanha de solidariedade, basta levar roupas em bom estado, brinquedos, água mineral, alimentos não perecíveis e materiais de higiene e limpeza; estas doações, numa quantidade mínima de 2 peças ou 2 Kilos, lhe dão o direito de entrar na casa e curtir a noite.
A sua entrada no Club Z é a sua doação. No dia posterior a festa, o proprietário da casa Edison, seguirá rumo a Cruz Vermelha de São Paulo para entregar os donativos arrecadados com a ajuda de todos.

CLUB Z
Endereço| Rua Augusta, 430 – Consolação
Funcionamento|Sextas e Sábados – 23h30
Telefone| (11) 2239-8764
Cartões| Todos os cartões, exceto Amex
Possui ar condicionado| Sim
Área para fumantes| Sim
Acesso para deficientes| Sim
Estacionamento l R$20,00
Capacidade| 900 pessoas
Entrada| Doações ou R$ 35,00.
*Quem não puder participar da festa e quiser contribuir, basta levar as doações no Club Z.
Nessa quarta edição, o público pode aproveitar para fazer doações para vítimas das enchentes do Rio de Janeiro. A Secretaria vai receber alimentos não perecíveis (com exceção de sal e açúcar), além de materiais de higiene pessoal e de limpeza, pois vai montar um posto de coleta da Defesa Civil de São Paulo.

Serviço:

O IV Vale da Participação e Parceria comemora o 457º aniversário de São Paulo com grandes atrações

Data: 25 de Janeiro
Hora: das 9 às 18 horas
Endereço: Vale do Anhangabaú - Centro

Programação:
Palco Principal
09h Ponto Zero (Pop)
10h João Pedro e Banda - Fruto do Meu Suor
11h40 Chimarruts (Reggae)
14h Turma do Pagode (Pagode)
15h Samprazer (Samba)
17h Michel Telo (Sertanejo)

Tenda Cultural
10h Baile da Melhor Idade
14h Baile Black

DOAÇÃO DE SANGUE

Doação de sangue e plaquetas
Diante da resposta imediata da população, as doações de sangue e plaquetas para as vítimas da Região Serrana, poderão ser agendadas pelos telefones (21) 2506-6021, 2506-6021, 2506-6580 e 2506-6064. O ideal é que a população aguarde até a próxima semana para voltar a doar, já que o sangue estocado tem validade de 35 dias e as plaquetas, apenas cinco.
Para doar sangue é preciso estar em boas condições de saúde, evitar alimentos gordurosos (não é necessário estar em jejum), pesar mais de 50 Kg e ter entre 18 e 65 anos.

sábado, 22 de janeiro de 2011

DEPENDENCIA ALCOOLICA CRESCE NO PAÍS

A dependência alcoólica é um grave problema de saúde pública e o consumo de álcool está associado a 2,5 milhões de mortes por ano ao redor do mundo, segundo a Organização Mundial da Saúde. O uso abusivo de bebidas alcoólicas aumenta a probabilidade de ocorrência de acidentes de trânsito, situações de violência, gravidez não planejada, casos de afogamentos, sexo desprotegido, entre outros. Além disso, envolve um alto custo social e econômico: a estimativa anual de gasto com problemas relacionados ao consumo nocivo se encontra entre 0,6% e 2% do PIB global, o que significa, aproximadamente, US$ 210 milhões a US$ 665 milhões.

Devido à relevância do tema, gostaríamos de fornecer nossos contatos e listar algumas sugestões de pautas do CISA – Centro de Informações sobre Saúde e Álcool (www.cisa.org.br), organização não governamental que se destaca como uma das principais fontes sobre o tema no Brasil. Podemos contribuir em suas reportagens com informações sobre os seguintes assuntos:



Álcool e drogas: Estudo britânico divulgado recentemente aponta que, em relação aos danos causados aos usuários e à sociedade, o álcool foi considerado mais prejudicial do que o crack ou a heroína, por um comitê especializado.



Álcool e mulher: Estudos epidemiológicos indicam aumento do consumo de álcool entre as mulheres, nos países da América Latina e Estados Unidos. O tema é relevante, pois a intensidade dos efeitos dessa substância no organismo das mulheres é mais exacerbada em comparação aos homens.



Álcool e gravidez: Pesquisas indicam que muitas mulheres consomem bebidas alcoólicas durante a gestação. Em decorrência desse comportamento, tanto a saúde do feto como a da mãe podem sofrer efeitos negativos, uma vez que o álcool atravessa a placenta. Entre as consequências relacionadas ao consumo de álcool durante a gravidez, a mais grave e comum é a Síndrome Fetal Alcoólica (SFA), apontada como a maior causa evitável de retardo mental em crianças.



Álcool e transtornos alimentares: De acordo com estudos científicos, a relação entre os transtornos alimentares e os transtornos relacionados ao uso de álcool é de mão dupla. Muitos dos indivíduos com transtornos alimentares, como a anorexia, bebem para amenizar a dor e a angústia de não “poder” comer e ainda acreditam que a bebida não engorda ou que ajuda a controlar a fome. A sensação de que o álcool diminui a fome ocorre porque o álcool aumenta a liberação de leptina, uma substância associada à sensação de saciedade. Entretanto, as bebidas alcoólicas fornecem calorias, mas poucos nutrientes, o que pode levar as pessoas, que realizam o consumo de álcool em detrimento ao de alimentos, a quadros graves de desnutrição, entre outros problemas advindos da alimentação inadequada. Além disso, quando se está com estômago vazio, o álcool é absorvido mais rápido e exerce seus efeitos mais intensamente, podendo ocasionar gastrites e úlcera.



Álcool e jovens: Estudo brasileiro avaliou a associação entre o uso pesado de álcool por estudantes e fatores familiares, pessoais e sociais. Foram entrevistados 48.155 estudantes de escolas públicas, com idade entre 10 e 18 anos. Os resultados mostram que os fatores associados a uma maior chance de ter feito uso pesado de álcool foram: ter mais de 15 anos de idade, relação ruim ou regular com pai e mãe, perceber o pai como liberal, não ter filiação religiosa e ter trabalho formal. Desta forma, a pesquisa sugere que ter ligações familiares mais fortes e seguir uma religião podem auxiliar na prevenção do uso abusivo de álcool entre estudantes. Além disso, as consequências negativas do consumo nocivo de bebidas alcoólicas podem permanecer no início da idade adulta. Esta foi a indicação de pesquisa australiana divulgada pelo CISA, apontando que metade dos homens que faziam uso pesado episódico de álcool na juventude continuaram a fazê-lo no início da idade adulta, comportamento que acaba por consistir em forte preditor para se tornar um bebedor crônico na idade adulta.



Álcool e violência: Estudo brasileiro destaca o uso de álcool como um fator importante no processo de vitimização por homicídios em São Paulo. Entre os resultados, a pesquisa apontou que 43% das vítimas de homicídios analisadas apresentaram níveis de álcool no sangue superiores a 0,2 g/l, e que 56,4% das vítimas mortas nos fins de semana estavam alcoolizadas, o que pode estar relacionado ao consumo de álcool de alto risco em bares e festas, mais comuns nesses dias.



Álcool e afogamento: A combinação de bebida alcoólica e banho de mar ou em rios, represas e cachoeiras pode tornar-se perigosa, principalmente quando associada à imprudência e desconhecimento das áreas de perigo. Estima-se que o uso de álcool esteja associado a cerca de 25 a 50% das mortes de adolescentes e adultos relacionadas a atividades recreativas aquáticas.



Mitos sobre o consumo de álcool: Grande parte das pessoas que bebe em excesso acaba tendo problemas com a direção de veículos, porque não são capazes de reconhecer que a destreza necessária para a direção, além de outras habilidades importantes, como a tomada de decisões, são prejudicadas muito antes dos sinais físicos da embriaguez começarem a aparecer. Outro engano muito comum é subestimar os efeitos duradores do álcool em nosso corpo. Alguns acreditam que parar de beber ou tomar um copo de café podem torná-los aptos a dirigir com segurança. A verdade é que o álcool continua a afetar o cérebro, mesmo após a última dose, prejudicando a coordenação e a capacidade de julgamento até mesmo horas depois da ingestão de bebidas alcoólicas.



Lei Seca: O CISA destaca a influência positiva da Lei 11.705/08, popularmente conhecida como Lei Seca, para a mudança de comportamento dos motoristas, que se tornaram mais responsáveis em relação à mistura “álcool e direção”. A ONG defende, ainda, a intensificação da fiscalização e a aplicação de punição para os infratores como formas de garantir a continuidade da eficácia da lei.



Entrevistas: Para possíveis matérias sobre os assuntos relacionados a álcool e saúde, sugerimos entrevista com o Dr. Arthur Guerra de Andrade, presidente do CISA, Professor da Universidade de São Paulo (USP), psiquiatra e especialista em dependência química ou com a Dra. Camila Magalhães Silveira, psiquiatra e coordenadora do CISA.



Sobre o CISA

O Centro de Informações sobre Saúde e Álcool – CISA, organização não governamental lançada em 2004 pelo psiquiatra e especialista em dependência química Arthur Guerra de Andrade, é hoje a maior fonte de informações no País sobre o binômio álcool e saúde. Por meio de seu website (www.cisa.org.br), o CISA dispõe de um banco de dados com mais de 1.600 títulos, desde publicações científicas reconhecidas nacional e internacionalmente, dados oficiais, até notícias publicadas em jornais e revistas destinados ao público em geral. Além de estar comprometido com o avanço do conhecimento na área de saúde e álcool, o Centro também atua na prevenção do abuso e nos problemas do uso indevido da substância, por meio de parcerias e elaboração de materiais de apoio a pais e educadores.

COMO DISTRAIR AS CRIANÇAS NA FESTA DE CASAMENTO

Nada como uma lembrancinha capaz de prender a atenção das crianças nos ambientes dos adultos não é? Criar um espaço para os pequenos ...