domingo, 13 de dezembro de 2009

NÃO COMA CAMARÃO SE ESTIVER TOMANDO ALTAS DOSES DE VITAMINA C

Esta mensagem está rolando na internet. Não sabemos ainda se a informação é verdadeira, mas vale à pena não arriscar:

VOCÊ PODE SE ENVENENAR ACIDENTALMENTE COM ARSÊNICO
Em Taiwan, uma mulher morreu de repente com sinais de hemorragia em seus ouvidos, nariz, boca e olhos. Depois de uma autópsia preliminar, foi diagnosticado como “causa mortis” envenenamento por arsênico. Mas qual foi a origem do arsênico?
A polícia, então, iniciou uma profunda e extensa investigação. Um professor de medicina foi convidado para ajudar a resolver o caso.
O professor cuidadosamente examinou os restos existentes no estômago da vítima, e, em menos de meia hora, o mistério foi elucidado. O professor disse: “O óbito não se deu por suicídio nem por assassinato, a vítima morreu acidentalmente por ignorância!“
Todos ficaram intrigados, por que morte acidental? O arsênico ataca os militares americanos que transportam mudas de arroz H Gao. O professor disse: “O arsênico foi produzido no estômago da vítima”. A vítima tomava Vitamina C todos os dias, que por si só não é nenhum problema. O problema é que ela comeu uma quantidade grande de camarão no jantar. Comer camarão não foi o problema, já que nada aconteceu à sua família que também comeu do mesmo camarão. Entretanto, na mesma ocasião, a vítima também tomou Vitamina C; é aí onde reside o problema.
Pesquisadores da Universidade de Chicago, nos Estados Unidos, descobriram através de experiências, que alimentos, como camarão “casca mole” contêm alta concentração de compostos de 5-potássio-arsênico.
Tais alimentos frescos, por si só, não são tóxicos para o corpo humano! Entretanto, ao ingerir a Vitamina C, devido a uma reação química, o inicialmente não-tóxico 5-potássio-arsênico (como anidrido também conhecido como óxido arsênico, As2 O5) se converte no tóxico 3-potássio-arsênico (ADB anidrido arsênico), também conhecido como trióxido de arsênio (As2 O3), que é popularmente conhecido como arsênico!
O venenoso arsênico faz parte do magma e causa paralisia nos pequenos vasos sanguíneos, “mercapto Jimei”??, inibindo a atividade do fígado e, produzindo a necrose da gordura, ataca os lobos hepáticos, coração, rins, produz congestão intestinal, necrose das células epiteliais, telangiectasia. Portanto, quem morre envenenada pelo arsênico apresenta sangramento dos ouvidos, nariz, boca e olhos.
Dessa forma, como medida de precaução, NÃO coma camarão quando ingerir Vitamina C

*
*
*
Publicidade
Preços e estoque por tempo limitado:

domingo, 8 de novembro de 2009

DEUS USOU UM CACHORRO PARA SALVAR ESSA VIDA


Anda circulando na internet, através dos e-mails, um exemplo de que quando Deus não quer, uma coisa boa ou ruim não pode acontecer.
Mais um exemplo de que todos nós temos uma missão, temos também um livre arbítrio, mas enquanto não cumprirmos o nosso papel aqui na terra, custe o que custar, não partimos para uma nova etapa de crescimento espiritual.
Segundo o referido e-mail, em outubro de 2006, Lucinda Ferreira Guimarães, 40 anos, deu à luz e enterrou vivo um menino recém-nascido, prematuro de 8 meses de gestação, em um terreno baldio próximo ao bairro São Miguel, em Laranjeiras do Sul, no Paraná.

Segundo informações a criança só sobreviveu por estar enterrada em pé tendo um cachorro cavado um pouco a terra ao redor de sua cabeça, deixando-a descoberta e por causa do calor da terra que manteve a temperatura corporal. Os policiais foram acionados através de uma denúncia anônima para darem atendimento a uma ocorrência de abandono de criança enterrada num matagal. Segundo as primeiras informações uma senhora teria retornado para a residência ao entardecer com as vestes sujas de sangue o que chamou a atenção de vizinhos que observaram as ações da suspeita que estaria grávida até então.
Para surpresa dos moradores locais depois de uma busca nas proximidades encontraram numa toca de tatu no matagal, um recém-nascido que estava cheio de bichos e moscas sob sua pele. Já se passavam 24 horas do provável aborto e os moradores então acionaram a polícia, pois achavam que o recém-nascido estaria em óbito.
Ao chegarem, os policiais perceberam que ele estava vivo, tiraram os restos de terra da boca e imediatamente o encaminharam ao Hospital. No local uma equipe policial levantou informações da localização da mãe e a encontrou num bar a algumas quadras do local e deu voz de prisão a infratora. No hospital o recém-nascido recebeu os cuidados médicos necessários e passa bem.
A mãe está na Delegacia de Polícia Civil e até o momento não pode ser ouvida sobre os motivos que a levaram a cometer tal atrocidade pelo estado de choque em que se encontra. O recém-nascido deve ser observado pelos próximos dias no hospital e possivelmente não ficará sob os cuidados da genitora. É um menino e nasceu com 08 meses...

Quando Deus quer salvar uma vida preciosa como a desse bebê, nenhum ser humano é capaz de agir contra!!!

Nas fotos enviadas, não consta o nome do fotógrafo, mas ao pesquisar a veracidade dos fatos, encontrei vária matérias de fontes confiáveis, comprovando a ocorrência:
http://www.sspj.go.gov.br/ag_noticias/con_noticia.php?col=2&pub=27377


Da próxima vez que você sentir que DEUS não pode usá-lo, lembre-se:
Noé era um bêbado
Abraão era velho demais
Isaque era medroso
Jacó era um mentiroso

Léia era feia
José era um escravo
Moisés era gago e incapaz de falar em público
Gideão teve dúvidas que Deus o teria escolhido

Sansão tinha cabelos compridos e era adúltero
Jeremias e Timóteo eram jovens demais
Davi cometeu um adultério e um assassinato
Elias era suicida

Isaías pregava nu
Jonas fugiu de Deus
Raabe era uma prostituta
Jó foi a falência e perdeu a saúde

João Batista era uma figura excêntrica e até comia insetos
Maria Madalena tinha sido possuída por 7 demônios
Noemi era uma viúva desamparada

Paulo era religioso demais, fanático

Pedro negou Cristo
Os Discípulos adormeceram enquanto oravam
Marta era agitadíssima e invertia as prioridades
A mulher samaritana era divorciada, mais do que uma vez

Zaqueu era pequeno demais
Timóteo tinha uma úlcera...
E Lázaro estava morto!

E não esqueça: Jesus ajudou todos eles!!!!

Deus pode usar seu potencial por completo!!!
Além disso, você não é a mensagem, você é apenas o mensageiro.
No círculo de amor de Deus, Deus está esperando para usar o seu potencial.

10 coisas que precisamos entender….

1. Deus quer frutos espirituais, não tolices religiosas.
2. Não existe chave para a felicidade. A porta está sempre aberta.
3. Silêncio é geralmente mal interpretado mas nunca citado erroneamente.
4. Faça a matemática... Calcule suas bençãos.
5. Fé é a habilidade de não entrar em pânico.
6. Se você se preocupa, você não orou. Se você ora, não se preocupe.
7. Como uma criança de Deus, a oração é como ligar para casa todos os dias.
8. As coisas mais importantes na sua casa são as pessoas.
9. Quando estamos enrolados com nossos problemas, fique calmo.
Deus quer que sejamos calmos para que Ele desamarre os nós.
10. A mágoa é uma coisa muito pesada para carregar. Perdoe.

Trate melhor do que o necessário todo aquele que você souber que
está enfrentando algum tipo de batalha.

Viva simplesmente,
Ame generosamente,
Cuide profundamente e
Fale gentilmente.......
Deixe o resto com Deus!
*
*
*
Publicidade:
Produtos e preços sujeitos à alteração de acordo com disponibilidade no estoque
div>

domingo, 25 de outubro de 2009

ONU lança campanha para saber como brasileiros cuidam do meio ambiente

O que você está fazendo para cuidar do meio ambiente? Esta é a pergunta que as Nações Unidas estão colocando a todos os brasileiros através da campanha ONU Verde, que será lançada no 64º aniversário da Organização, festejado mundialmente em 24 de outubro 2009. A campanha conta com o apoio da TIM, que enviará cerca de oito milhões de SMS convidando seus assinantes a participar e também com o apoio da MTV Pública que divulgará a iniciativa e veiculará os cinco vídeos mais criativos.

Todos aqueles que quiserem participar, deverão responder a pergunta “O que você está fazendo para cuidar do meio ambiente?” através do envio de até três fotos – tiradas com celular – ou um pequeno filme de até 30 segundos, também realizado com celular, acompanhados por um relato da ação proposta, com até 100 palavras. Estes materiais serão publicados pelo próprio participante no site http://www.onuverde.org.br/. Depois de enviar suas sugestões, o participante receberá um certificado online, da ONU, com a frase: “Eu faço minha parte”.

A campanha ficará no ar até 1º de junho de 2010, quando um Comitê de Seleção - composto por cinco representantes das agências e programas do Sistema ONU no Brasil - escolherá as 10 fotos e os cinco melhores vídeos que melhor traduzam o tema da campanha. O resultado estará disponível neste site a partir do dia 5 de junho 2010.

As fotografias selecionadas serão amplamente divulgadas pela rede de comunicação das Nações Unidas no Brasil e no exterior e os cinco vídeos vencedores serão veiculados pela MTV Pública no Dia Mundial do Meio Ambiente de 2010 (5 de junho).

Outras informações sobre a campanha, o regulamento, e detalhes sobre inscrição podem ser obtidos no site http://www.onuverde.org.br/

Mais de 90% das crianças com Síndrome de Down tem deficiência auditiva

Estudo da UNIFESP aponta que a principal causa são as deficiências condutivas que podem ser prevenidas ou tratadas

Um estudo da UNIFESP (Universidade Federal de São Paulo) sobre o perfil e rastreamento genético auditivo de crianças e adolescentes com Síndrome de Down apontou que 92,6% destes pacientes apresentam algum tipo de deficiência auditiva, sendo que 70,4% são deficiências condutivas que podem ser prevenidas ou tratadas. A principal consequência é o aumento da dificuldade de aprendizado e de desenvolvimento da linguagem e da comunicação.
A deficiência auditiva condutiva é a que ocorre na orelha média, que transforma a energia sonora em energia mecânica e só está plenamente desenvolvida a partir dos sete anos de idade. A causa mais freqüente, identificada em 68,5% dos casos, é a otite média secretora, que tem maior incidência em crianças com síndrome de Down porque nestes indivíduos a rinofaringe é mais estreita, há flacidez dos músculos que controlam a tuba auditiva, o sistema imunológico é mais frágil e a secreção produzida na orelha média é mais espessa. Esse tipo de problema geralmente se manifesta a partir de um ano de idade e coincide com o início do desenvolvimento da adenóide. Sendo assim, o estudo indica a necessidade de avaliações otorrinolaringológicas e acompanhamento auditivo, por meio de imitânciometria e audiometria, nos primeiros anos de vida.
Se for constatada a otite média secretora, o tratamento mais indicado é o cirúrgico (adenoidectomia e a colocação dos tubos de ventilação). Para preveni-la, deve-se evitar alimentar a criança deitada ou deitar logo após a refeição e tratar adequadamente as rinossinusites e rinites. “Quanto mais discreta for a intensidade da deficiência auditiva, menos sintomas aparecem e o diagnóstico é mais difícil. No entanto, as deficiências discretas-moderadas são suficientes para dificultar o aprendizado e a comunicação. Por isso é importante que familiares, professores e profissionais de saúde estejam atentos a este problema”, afirma o coordenador da pesquisa, Cheng T-Ping.
O estudo foi realizado pela disciplina de Otorrinolaringologia da UNIFESP, que passou a compor em 2009 o projeto de parceria com a APAE (Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais) que já conta com os trabalhos da disciplina de Cardiologia e do departamento de Oftalmologia da Universidade. Os resultados apresentados são semelhantes aos levantados em outros países, sendo que a originalidade está na pesquisa da presença de genes que estão habitualmente relacionados com as deficiências auditivas não-sindrômicas em pacientes sindrômicos. Essa análise contou com a parceria do Laboratório de Genética Humana da UNICAMP (Universidade de Campinas) para a avaliação genética por meio de amostra de DNA do grupo de crianças com síndrome de Down atendidas pela Disciplina de Otorrinolaringologia Pediátrica da UNIFESP. Foi identificado que os casos de deficiência auditiva sensorioneural em pacientes sindrômicos podem estar relacionados a mutações genéticas que habitualmente são descritas apenas em pacientes não-sindrômicos.

Sobre a UNIFESP
Criada em 1933 por um grupo de médicos reunidos em uma sociedade sem fins lucrativos, a Escola Paulista de Medicina (EPM) foi federalizada em 1956 e, em 1994, transformada em Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), primeira universidade especializada em saúde no País. Atualmente, com 18 mil alunos matriculados nos cursos de graduação, pós-graduação e demais programas de pós, a UNIFESP conta com 874 docentes, sendo que 93% possuem título de doutor, um percentual que marca a qualidade de ensino oferecida por uma das universidades que mais cresce no País.
A Escola, que possuía um único prédio no início de suas atividades, inaugurou em 1940 o Hospital São Paulo, primeiro hospital-escola do País, e atualmente o campus na capital - Campus São Paulo - ocupa 251 propriedades, com 138 mil m2. Em 2006, a UNIFESP iniciou o mais ambicioso processo de expansão universitária do País, saltando de um para cinco campi e de cinco para 25 cursos de graduação. Com os novos campi na Baixada Santista, Diadema, Guarulhos e São José dos Campos, a instituição deixou de atuar exclusivamente no campo da saúde, inaugurando cursos nas áreas de humanas (Guarulhos) e exatas (Diadema e São José dos Campos). Até 2014, a UNIFESP planeja criar mais sete cursos, fazendo com que o número total de vagas oferecidas a cada ano no vestibular evolua das atuais 1.812 vagas para 2.598.
*
*
*
Publicidade:
Produtos e preços sujeitos à alteração de acordo com disponibilidade no estoque

AGNALDO TIMÓTEO ESTÁ DE BRINCADEIRA!

Queridos fãs e eleitores, que gastam seu precioso tempo para ir votar! Prestem atenção!
O nosso querido ilustre cantor e vereador Agnaldo Timóteo, finalmente está mostrando em que está trabalhando na Câmara.
Em 1 de Julho de 2009, ele encaminhou um ofício para o Prefeito Gilberto Kassab, com o seguinte conteúdo: ____________________________________
Caríssimo Prefeito,
saudações.
Através de V.Exa., acredito será bem mais fácil solicitar ao Governador José Serra que acrescente o nome de Michael Jackson a Sala São Paulo. (Sala São Paulo - Michael Jackson)
Acredito, que em relação ao município de São Paulo, do ponto de vista promocional, seria maravilhoso se possível, acrescentarmos ao Parque do Ibirapuera, também, o nome do Rei do Pop. Em sua homenagem poderia ser erguida uma maravilhosa estátua que, sem nenhuma dúvida, seria visitada por milhões de pessoas de todas as partes do mundo e de todas as regiões do país.
São factíveis os meus apelos? São factíveis as minhas propostas? Espero que sim.
Cordialmente agradecido
e sempre às ordens.

AGNALDO TIMÓTEO
Cantor e Vereador “
_____________________________________________________________

Com todo respeito ao nobre artista, mas será que não seria mais útil, solicitações que pudessem beneficiar a população? Será que os ocupantes das cadeiras políticas da Câmara dos Vereadores, não deveriam ocupar-se de causas mais importantes?
Já que o nobre vereador é tão fã do Mickael Jackson, por que não constrói um busto do cantor no quintal da casa dele? Dá até pra levantar uns trocados cobrando ingressos?
Sem sombra de dúvidas, o Michael Jackson foi maravilhoso e com certeza merece todas as honras, assim como Nelson Gonçalves, Pixinguinha, Elis Regina, Raul Seixas, Luis Gonzaga, Adoniran Barbosa e meu avô; porém, cabe aos políticos e principalmente aos famosos que elegemos, fazerem por merecer o ótimo salário que recebem.
Ingênuo é quem não percebe que toda essa polêmica foi criada com a finalidade de chamar atenção, ser convidado para participar de programas de TV para falar no assunto, etc... É incrível como alguns governantes tiram um sarro da nossa cara e ainda ganham pra isso. E NÓS É QUE AJUDAMOS A PAGAR OS SEUS SALÁRIOS! É BRINCADEIRA!

Querido e honrado vereador! Vou lhe mostrar uma causa nobre pela qual lutar:
Milhares de músicos formados em música (maestros, regentes, etc) estão impedidos de dar aulas de música nas escolas públicas, só porque não possuem faculdade de pedagogia (Lei federal 11769). Mas acho que o Senhor, cantor famoso que é, não deve nem estar sabendo disso porque está preocupado com outras questões.


Por que ao invés de ficar inventando nomes e construindo estátuas para astros internacionais, o senhor não batalha junto aos seus colegas para que seja criado um sistema de formação rápida em pedagogia, para que músicos profissionais de todo o país possam dar aulas sem ter que fazer mais quatro anos de faculdade?
Esta seria sem dúvida, uma ocupação realmente útil, que beneficiaria milhares de músicos e suas famílias e faria com que o senhor marcasse sua passagem pelo governo honradamente, principalmente por ser cantor e conhecer muito bem o cotidiano dos profissionais da música.

Desde que foi eleito, estamos esperando alguma notícia boa de sua gestão e quando aparece alguma coisa na mídia, vem essa m...


PRESTEM ATENÇÃO VEREADORES! O POVO NÃO É ASSIM TÃO BOBO!

Desculpem meu desabafo, mas acabei de vomitar um sapo! - Claudia Souza (Fada Celeste).

*
*
*
Publicidade:
Produtos e preços sujeitos à alteração de acordo com disponibilidade no estoque

terça-feira, 6 de outubro de 2009

Por que músico não poderá dar aulas em escolas públicas?


A lei 11769 que determina a volta do ensino musical na disciplina de artes, só beneficia os professores de artes, que estão recebendo uma preparação de apenas 40 horas para ensinar a matéria nas escolas.
No Brasil temos mais de 50 milhões de músicos. Muitos deles, formados, maestros e regentes que segundo este critério estabelecido, se não cursarem a faculdade de pedagogia, não poderão ensinar a matéria que dominam em escolas.
É muito engraçado os músicos mais uma vez ficarem fora dessa! Enquanto a categoria não se unir e reivindicar os seus direitos, músicos continuarão sendo considerados como ornamento de palco.
Vivemos num país musical, mas que coloca seus músicos em último lugar. Por experiência própria, vivenciei situações em que empresas gastam uma fortuna para fazer uma festa, dependem da música para animação e não valorizam o trabalho. Quando chega na hora de pagar os músicos, querem parcelar, prorrogar o pagamento e reclamam do valor, esquecendo-se de que por trás daquele profissional, existem anos de estudo e muito investimento em equipamentos.
É necessário que haja união, pois sem música, não se faz a festa.
Como se pode imaginar que professores com apenas 40 horas de aula, recebendo noções de música, serão capacitados para ensinar música.
Os professores por sua vez, para defenderem o “alto padrão de ensino nas escolas públicas”, dizem que também não é possível para um músico, ter conhecimentos pedagógicos para lidar com crianças.
Ora bolas, uma matéria de música, não ocupará toda a grade de ensino nas escolas. Embora a lei seja de grande valia, vai apenas camuflar o ensino de música, que ficará igual ao inglês nas escolas públicas brasileiras. Você só vai aprender a conjugar o verbo to be ou to have até o final do período.
É lógico que os músicos não seriam apenas “jogados” para dar aulas, mas que se faça uma seleção, concurso, avaliação psicológica para ver se podem dar aulas.
A indústria de instrumentos musicais está toda comemorando a grande venda que vai acontecer daqui há uns 6 seis anos.
Os maestros, regentes e músicos profissionais, em condições de dar aulas, já devem estar pensando em mudar de profissão.
Conheço maestros que fizeram 2 faculdades, estudaram 9 anos e poderiam muito bem dar aulas. Agora, vão perder uma oportunidade de emprego ou terão que fazer uma nova faculdade de pedagogia, para ensinar, quando muito a escala musical, que professores de artes, que não são músicos, vão achar um saco e com certeza, pularão esta parte.
Ainda há tempo dos músicos interessados, se unirem e correrem atrás do seu direito.
Assim como MÚSICOS não são professores de arte, PROFESSORES DE ARTE também não são músicos. Claudia Souza - jornalista e cantora.

segunda-feira, 21 de setembro de 2009

Mitos da gagueira refletem desinformação sobre o problema

A população em geral dispõe de pouco conhecimento sobre o problema da disfluência, comumente conhecido como “gagueira”. Desta forma, a pessoa que gagueja acaba sofrendo preconceito na hora de buscar uma colocação profissional, em uma entrevista de emprego, no ambiente de trabalho ou em seu ambiente de convívio familiar e social.
“O gago sempre é motivo de piada e brincadeiras e, muitas vezes, não é levado a sério, devido à sua dificuldade de fala”, explica Érica Ferraz, fonoaudióloga do Grupo Microsom, uma das mais conceituadas empresas de soluções auditivas e a única a oferecer um produto para tratamento da gagueira, o SpeechEasy.
A fonoaudióloga responde algumas dúvidas comuns sobre o tema, ensina a conviver com os portadores de disfluência e apresenta formas de amenizar este problema.

- A gagueira é contagiosa ou pode-se ficar gago ao conviver com uma pessoa que têm este distúrbio da fala?
Não, a gagueira não é contagiosa e não “pega”. Portanto, não é transmitida pelo convívio com pessoas que gaguejam. Ninguém deve ter receio de conversar ou interagir com pessoas que gaguejam.
Os estudos científicos mostram que a gagueira tem um caráter genético. Desta forma, nos casos de herança genética, pessoas da mesma família, de diferentes gerações, podem manifestar gagueira.

- A disfluência tem cura? Quais são os tipos de tratamento?Por enquanto, não há cura para a gagueira, no sentido de eliminar o caráter genético e/ou orgânico envolvido. O que existem são diferentes linhas de tratamento para a promoção da fluência, de forma a reduzir os sintomas, que são repetições, prolongamentos, pausas, bloqueios e outros problemas ao falar. Por ser um distúrbio de fala, o tratamento mais adequado para a gagueira é o fonoaudiológico.
Atualmente, a tecnologia é uma grande aliada no tratamento de algumas pessoas que gaguejam. Alguns aparelhos têm mostrado excelentes resultados na promoção de fluência da fala.
No Brasil, o SpeechEasy está sendo comercializado desde 2008. Ele age no cérebro desencadeando o efeito coro, um fenômeno natural que reduz a gagueira. É uma opção de tratamento importante, uma vez que pode ser de grande auxílio em situações agravantes para aqueles que gaguejam, como reuniões e apresentações em público. O SpeechEasy já é comercializado em diversos países do mundo e os resultados positivos estão sendo relatados por meio de diversos estudos. Aqui, no Brasil, algumas pesquisas já estão sendo realizadas com este recurso e deverão ter seus resultados divulgados em breve.
O SpeechEasy é um tratamento possível, que une tecnologia avançada e conforto para a pessoa que gagueja, mas deve ser utilizado em combinação com tratamento fonoaudiológico especializado para que seu benefício seja otimizado.

- O aparelho usado para a gagueira é inserido na garganta ou na orelha?
O SpeechEasy é um dispositivo portátil, usado na orelha e confeccionado de forma personalizada para cada usuário. O objetivo dele é reproduzir o efeito coro, por isso é utilizado no orelha.

- O que é o efeito coro?
O efeito coro é um fenômeno natural e tema de muitas pesquisas há décadas. Ele ocorre quando uma pessoa que gagueja fala ou lê ao mesmo tempo em que outra pessoa, reduzindo a gagueira. O SpeechEasy, por fazer a voz do usuário alcançar o cérebro com um ligeiro atraso e com um tom diferente, fornece a sensação da pessoa estar falando ao mesmo tempo em que outro indivíduo, desencadeando o efeito coro, que reduz a gagueira.

- Como uma pessoa normal deve lidar com um gago?
As pessoas devem encorajar a pessoa que gagueja a falar, dando atenção e demonstrando interesse em conversar com ela. Não se deve pedir para a pessoa ter calma, pensar, respirar e falar devagar. Além disso, deve-se esperar que a pessoa que gagueja termine de falar, sem completar a fala dela, o que muitas vezes acontece de forma equivocada.

- A partir de que idade pode se detectar/diagnosticar o distúrbio?A fala se desenvolve principalmente nos três primeiros anos de vida. Entre os 2 e os 6 anos, é comum que a criança apresente dificuldade em falar algumas palavras ou alguns sons mais difíceis. Neste período de aquisição de linguagem, a criança pode gaguejar, por estar em plena fase de aprendizagem da língua e por ainda não ter certeza de como pronunciar determinados sons. Nesses casos, pode haver a remissão espontânea da gagueira, quando o processo de aprendizagem se completa. Porém, a gagueira pode evoluir e se manifestar de diversas formas e intensidades entre as pessoas e em diferentes períodos da vida de uma mesma pessoa. A gagueira costuma oscilar entre períodos de maior ou menor fluência. Caso a gagueira comece a ficar mais frequente, recomenda-se avaliação e tratamento ou acompanhamento fonoaudiológico. Quanto mais cedo o tratamento for iniciado, melhores poderão ser os benefícios da terapia.

- Quais são os problemas que os gagos enfrentam no dia-a-dia?
A gagueira é um distúrbio de fala que é facilmente notado. Como estamos em uma sociedade em que a fala fluente é importante e comumente associada à inteligência, competência e domínio em relação a um determinado assunto, uma pessoa disfluente pode ser vista como ansiosa, incompetente e até mesmo com problemas emocionais. Aliás, a maior parte das pessoas acredita que a origem da gagueira é apenas emocional, sendo que, na verdade, é uma associação de fatores genéticos, sociais e psicológicos.
A pessoa que gagueja muitas vezes é prejudicada em uma entrevista para um emprego, por exemplo. Falar ao telefone é outra situação em que o indivíduo que gagueja encontra, geralmente, grandes dificuldades. Esses problemas, associados às crenças equivocadas sobre a origem da gagueira e o preconceito contra as pessoas que gaguejam, podem provocar isolamento e outros problemas sociais a esses indivíduos.
É comum as pessoas não terem paciência para escutar o que a pessoa que gagueja tem a dizer, interferindo na sua fala ou até mesmo completando o que acredita-se que o disfluente iria falar. Muitas pessoas que gaguejam relatam histórias em que aceitaram alguma coisa que não desejavam apenas para não estenderem a situação desconfortável. Por exemplo, podemos citar um paciente no restaurante que, ao tentar pedir um prato de sua preferência, viu-se diante de uma situação em que sua dificuldade de fala gerou impaciência nas pessoas da mesa e no garçom que anotava o pedido. Ele acabou apenas dizendo “o mesmo”, referindo-se ao pedido de outra pessoa, que nada tinha a ver com o que ele realmente desejava jantar e terminou a noite insatisfeito.
Grande parte das pessoas que gaguejam se queixa, portanto, de ter sua disfluência associada a aspectos de sua capacidade intelectual e profissional. Algumas delas referem a não conseguir acompanhar o curso de faculdade, arrumar um trabalho ou até mesmo namorar em consequência da sua disfluência. Por esses motivos, a pessoa que gagueja muitas vezes pode apresentar baixa auto-estima e grande sofrimento interno.
Em se tratando de um distúrbio que não afeta a inteligência nem outras habilidades do indivíduo, a gagueira não deve impedir que a pessoa que gagueja trabalhe, estude e seja bem sucedida profissional e pessoalmente.
Por outro lado, algumas pessoas que gaguejam encaram a sua disfluência de outra forma e acabam por “usá-la” a seu favor no seu grupo de amigos ou com a família, tornando-se o centro das atenções, por meio de brincadeiras e piadas. A forma como a gagueira interfere na vida social do indivíduo depende muito de como é a personalidade do mesmo e de sua relação com as pessoas.

Gagos Famosos: Armandinho (cantor) Aristóteles, Bruce Willis, Rei Carlos I, Charles Darwin, Demóstenes, Isaac Newton, José Saramago, Julia Roberts, Lewis Carrol, Rei Luís II, Marylin Monroe, Moisés, Murilo Benício, Imperador Napoleão o Primeiro, Nelson Gonçalves, Robert Boyle, Scatman John, Theodore Roosevelt, Virgílio.

De acordo com o IBGE, a população brasileira é de 192 milhões de pessoas. Segundo o Instituto Brasileiro de Fluência (IBF), a incidência da gagueira no Brasil é de 5%, ou seja, 9,5 milhões de brasileiros estão passando por um período de gagueira neste momento. Este número é maior do que a população da cidade do Rio de Janeiro. A prevalência da gagueira é de 1%, ou seja, 1,9 milhão de brasileiros gaguejam há muitos anos de forma persistente, crônica. Este número é maior do que a população de Manaus ou Curitiba.

Sobre o Grupo Microsom
O Grupo Microsom é uma das mais conceituadas empresas de soluções auditivas e a única em tratamento da gagueira. A companhia foi fundada em 1991 e oferece soluções de bem-estar para pacientes com problemas auditivos e de gagueira.
Desde 1994, o Grupo Microsom é o distribuidor exclusivo da empresa canadense de aparelhos auditivos Unitron Hearing. Com o intuito de oferecer novas e melhores soluções para o bem-estar, desde 2008, a companhia comercializa o SpeechEasy, único aparelho no mundo para tratamento da gagueira. O SpeechEasy é um discreto aparelho que promove a fluência em pessoas que gaguejam e que são adaptados a partir da necessidade individual de cada paciente.
Com o intuito de proporcionar um atendimento personalizado, o Grupo Microsom conta com profissionais altamente capacitados e oferece serviços diferenciados e especializados, em uma estrutura de primeira linha, com laboratórios equipados com os mais modernos recursos e ferramentas para confecção de moldes auriculares e aparelhos auditivos intra-aurais, além de uma ampla sala de assistência técnica, com equipamentos de última geração para avaliação, revisão e limpeza de circuitos digitais.
*
Assista o vídeo:

Para tornar-se seguidor do SpeechEasy no Twitter, acesse: twitter.com/speecheasybr.
*
*
*
Publicidade:
BRINDES ESCOLARES PARA FESTAS INFANTIS
Imas de geladeira, calendários, diplominhas
Acesse: www.kidbrinde.webnode.com.pt

I Desafio Subaquático

Para marcar o Dia Nacional de Luta da Pessoa com Deficiência, hoje, 21 de setembro, 26 deficientes aceitaram o convite e participaram do ‘I Desafio Subaquático’, neste domingo (20), na ADC Quattor, em Santo André. Os convidados especiais são alunos e ex-alunos do Núcleo de Apoio à Natação Adaptada de Santo André (Nanasa), mantido pela Prefeitura, com patrocínio da APOLO (Associação das Indústrias do Pólo Petroquímico do Grande ABC).

O turismo submarino na piscina com deficientes é inédito no ABC e pela primeira vez foi praticado, no mesmo evento, por um grande número de participantes. A atividade, conhecida como batismo de mergulho, contou com o apoio da HSA (Handcapped Scuba Association), programa mundial pioneiro na realização de atividades subaquáticas para pessoas com deficiências, além de instrutores de Educação Física.
*
*
*
Publicidade:

domingo, 6 de setembro de 2009

ORAÇÃO DO ENFERMO

Senhor, coloco-me diante de ti em atitude de oração.
Sei que me ouves, tu me penetras, tu me vês.
Sei que estou em ti, e que tua força está em mim.
Olha para este meu corpo marcado pela doença.
Tu sabes, Senhor, o quanto me custa sofrer.
Sei que não te alegras com o sofrimento de teus filhos.
Dá-me Senhor força e coragem para vencer os momentos de desespero e cansaço.
Torna-me paciente e compreensivo, simples e modesto.
Neste momento, eu te ofereço as minhas preocupações, angústias e sofrimentos para que eu seja mais digno de ti.
Aceita, Senhor, que eu una os meus sofrimentos aos sofrimentos de teu Filho Jesus, que por amor aos homens deu sua vida no alto da Cruz. Amém
(Crei em Deus pai, Pai Nosso e Ave Maria)

O DIA MUNDIAL DO ENFERMO, instituído pelo Papa João Paulo II é celebrado todos os anos no dia 11 de fevereiro, festa de Nossa Senhora de Lourdes, tem como finalidade, sensibilizar o povo de Deus e de toda a comunidade para dar mais atenção aos doentes, ajudá-los a valorizar o sofrimento, envolver as comunidades na Pastoral da Saúde, estimular o voluntariado, reconhecer a importância espiritual do doente.
Todos os anos o Papa envia uma mensagem especial para o dia desta celebração, animando bispos, padres, religiosos, leigos e pessoas de boa vontade.

PADRES ASSESSORES E CURSOS DA PASTORAL DA SAÚDE / São Paulo:
Região Episcopal Sé:
Pe. Júlio Munaro
Coordenador Geral da Pastoral da Saúde na Arquidiocese de São Paulo
Av. Pacaembu, 954 - Tel: 11 3826-4999 /Fax: 3826-3148
*
Região Episcopal - Belém
Pe. Luiz Fernando de Oliveira
Av. Alvaro Ramos, 336 - Tel: 11 2693-0737 / Fax:2693-5620
*
Região Episcopal Brasilândia
Pe. Edson Jorge Feltrin / Diac. Otoniel Profiro de Morais
R Rodrigues Blandy, 55 - Tel: 11 3924.0020/ Fax: 3924-0855
*
Região Episcopal Santana
Pe. Zacarias José de Carvalho Paiva / Pe. Alfredo Granzotto
R Enrico Gaspar Dutra, 1877 - Tel: 11 2991-5335 / 2203-6836
*
Região Episcopal Ipiranga
Pe. Manoel Quintino Alves
R Xavier de Almeida, 818 - Tel: 11 2274-8500 / 2274-8819
*
Região Episcopal Lapa
Pe. Raimundo Ribeiro Martins
R Afonso Sardinha, 62 - Tel: 11 3834-7141 / 3834-1020
*
*
*
Publicidade:
BRINDES ESCOLARES PARA FESTAS INFANTIS
Imas de geladeira, calendários, diplominhas
Acesse: www.kidbrinde.webnode.com.pt

TURISMO ACESSÍVEL para deficientes

No Brasil hoje existem mais de 25 milhões de pessoas com algum tipo de deficiência, seja física, visual, auditiva ou mental, e milhões de outras pessoas que podem manifestar dificuldades de locomoção e comunicação tais como idosos, gestantes, obesos, entre outras, consideradas com mobilidade reduzida.
Em pleno século XXI essa grande aprcela da sociedade ainda encontra enormes barreiras para desfrutar das satisfações que o turismo proporciona.
Existem algumas agências de viagens, como a Accessible Tour que oferecem aos deficiêntes roteiros especiais com hospedagem e transporte para atender as pessoas com necessidades especiais.

Informações:
Accessible Tour
http://www.accessibletour.com.br/
R da Consolação, 293, cj. 32
Tels: 11 3138-3477 /7885-7601 / Nextel: 55*9*17696
*
*
*
Publicidade:
BRINDES ESCOLARES PARA FESTAS INFANTIS
Imas de geladeira, calendários, diplominhas
Acesse: www.kidbrinde.webnode.com.pt

quarta-feira, 12 de agosto de 2009

VEÍCULOS comprados por DEFICIENTES sofre aumento de preço

Secretaria da Fazenda aumenta valor de veículos com isenção de ICMS comprados por deficientes

A Secretaria da Fazenda do Estado de São Paulo atualizou o valor dos veículos com direito a isenção do Imposto sobre Operações relativas à Circulação de Mercadorias e sobre Prestações de Serviços de Transporte Interestadual e Intermunicipal e de Comunicação (ICMS) quando comprados por deficientes físicos. O valor de R$ 60 mil, que estava em vigor há dois anos, foi alterado para R$ 70 mil. A atualização foi autorizada pelo Conselho Nacional de Política Fazendária (Confaz).
A medida foi adotada pois existe uma faixa de automóveis (sedans médios) que atendem bem às necessidades dos deficientes por contarem com câmbio automático, muitas vezes de série, o que simplifica e facilita a adaptação, além de porta-malas maiores, que podem comportar a cadeira de rodas.
Com o passar do tempo, muitos destes modelos subiram de preço e, conseqüentemente, ficavam fora da faixa de isenção. Com a publicação da portaria, a Fazenda aumenta as opções de veículos que podem ser comprados pelas pessoas com deficiências físicas. A portaria foi publicada em 7/8 no Diário Oficial e já se encontra em vigor.
*
*
*
*
Publicidade:

quarta-feira, 29 de julho de 2009

Fundação Orsa é eleita para o Conselho Estadual dos Direitos da Criança e Adolescente – Condeca

A Fundação Orsa – empresa social do Grupo Orsa, uma das maiores corporações brasileiras no setor de madeira, celulose, papel e embalagens – foi eleita para ocupar uma cadeira como conselheira representante da sociedade civil no Condeca-SP (Conselho Estadual dos Direitos da Criança e Adolescente do Estado de São Paulo).
Wagner Carneiro de Santana será o representante da Fundação Orsa no Conselho. Ao lado de outros membros da sociedade civil e representantes do Poder Público, Wagner foi também eleito Segundo Secretário na mesa diretora do Condeca para a gestão 2009-2011.
Criado em 21 de outubro de 1992 por força de lei, o Condeca tem como função promover a interação entre as políticas públicas Estaduais e Municipais que têm como foco o benefício à infância e à juventude. Daí a importância da atuação conjunta no conselho de membros da Sociedade Civil (20 pessoas) ao lado de representantes do Poder Público (mais 20), totalizando 40 conselheiros com mandato de dois anos.
Desde 1994, ano de início de suas atividades, a Fundação Orsa vem realizando projetos que têm relação direta com o tema, influenciando e fortalecendo políticas públicas que protejam o público infanto-juvenil.
Essa é a primeira vez que a Fundação Orsa faz parte do Condeca. Com a expertise adquirida ao longo de seus 15 anos de existência, comemorados em 2009, a Fundação participará ativamente de iniciativas que proporcionam melhorias na condição de vida de jovens e crianças.
Sobre a Fundação Orsa
Criada em 1994, muito antes que conceitos como responsabilidade social e empresa-cidadã se destacassem com o vigor dos dias atuais, a Fundação Orsa é uma instituição atuante no desenvolvimento de programas e projetos sociais. Idealizada pelo Grupo Orsa, um dos maiores fabricantes de madeira, celulose, papéis para embalagem, chapas e embalagens de papelão ondulado do país, tem como princípio a atuação em rede e sua trajetória se confunde com o desenvolvimento do conceito de investimento social privado no Brasil.
Sua principal fonte de divisas é a contribuição fixa de 1% do faturamento bruto das empresas do Grupo Orsa, que faz o repasse como demonstração de seu compromisso com o desenvolvimento sustentável. Até 2008, o valor desses investimentos somou R$ 145 milhões.
*
*
*
*
*
*
Publicidade:

PROBLEMAS COM A MEMÓRIA EM IDOSOS

Uma das queixas mais comuns em idosos é a perda da memória

É tão freqüente que, infelizmente, ainda existe a crença de que se trata de um evento normal e inexorável do processo de envelhecimento.
Isso não é verdade.
Ele é comum, não normal.
Melhor: trata-se de um problema, muitas vezes, passível de tratamento e cura.
Acontece que, até pouco tempo, a medicina não estava instrumentalizada para o manejo adequado dessa questão; diante de uma queixa de comprometimento intelectual, nada era feito.
Pior: indicavam-se certos produtos sem nenhuma sustentação científica, que, evidentemente, não apresentavam resultados, privando o paciente de uma avaliação geriátrica correta e do tratamento efetivo.
Não existem drogas que "melhorem a memória". Geralmente, a perda de memória é devida a algum fator que, se corrigido, devolve ao indivíduo a função que estava prejudicada.
O grande vilão é o uso de calmantes e remédios para dormir, os hipnóticos.
Os brasileiros são grandes consumidores de tranqüilizantes, e é extremamente comum que o uso indiscriminado dessas drogas (tendo em vista que, à medida que envelhecemos, vamos tendo maior dificuldade para eliminá-las) intoxique o usuário, levando-o a quadros graves de rebaixamento intelectual, agitação, delírio e confusão mental.
A simples retirada do medicamento, muitas vezes, resolve o problema.
Outra causa é a depressão, que em idosos caracteriza-se por dificuldades para dormir, mudança no padrão de apetite e perda de memória.
Assim, se em vez de tratar a depressão o paciente recebe um medicamento para dormir, estaremos apenas cuidando de um sintoma e a memória será ainda mais prejudicada.
O tratamento de estados depressivos é eficaz e seguro, fazendo com que a memória seja restabelecida e o sono, regularizado, sem a necessidade do uso de medicamentos.
Outras causas são silenciosas; não têm sintomas exuberantes e, por isso, são difíceis de serem diagnosticadas.
Entre elas estão; a diminuição do desempenho da glândula tireóide (hipotireoidismo), o uso de certos medicamentos para pressão alta, gastrite etc., problemas sensoriais como a visão e especialmente de audição, a falta de estímulo sócio-intelectual, deficiência de certos nutrientes , abuso de álcool etc.
Percebe-se claramente que essa questão está longe de ser um problema insolúvel.
A informação é fundamental para que, ao primeiro sinal de comprometimento da memória, se faça uma investigação clínica completa, para identificação da causa e instituição imediata do tratamento.


Dr.Norton Sayeg

CURRÍCULO RESUMIDO*Médico Especialista em Geriatria e Gerontologia - Sociedade Brasileira de Geriatria e Gerontologia -Associação Médica Brasileira (AMB).
*Médico Especialista em Sistemas Integrados de Saúde e Administração Hospitalar pela Fundação Getúlio Vargas ( FGV).1983.
*Pós-Graduação em Londres -Inglaterra ( Saint Mark's Hospital ) 1977.
*Presidente Fundador da Associação Brasileira de Alzheimer e Idosos de Alta Dependência( ABRAz)1989.
*Presidente-Eleito- Mundial da International Association of Gerontology.2001.
*Presidente Nacional da Sociedade Brasileira de Geriatria e Gerontologia.1996.
*Presidente da Sociedade Brasileira de Geriatria e Gerontologia Seção São Paulo.1995
*Autor de vários trabalhos publicados no Brasil e no Exterior em Revistas Científicas e em Congressos Nacionais e Internacionais.
*Autor do Livro : Doença de Alzheimer - Guia do Cuidador.1991.
*Autor do Livro : Enfermedad de Alzheimer em Espanhol.1995.
*Autor do Livro: Vamos Envelhecer Bem.1996.
*Autor do Livro: Enfermedad de Alzheimer Publicado no Chile pela Universidade Católica de Santiago.1999.
*Autor do Livro -*ALZHEIMER - Um Tratado para Profissionais, Familiares e Cuidadores - Editora Yendes.No Prelo - 2009.
*Autor do Livro *ENVELHEÇA COM SAÚDE ! - Editora Yendes - No Prelo - 2009.
*Autor do Livro * IDOSOS FRÁGEIS E ACAMADOS - Guia de Cuidados Domiciliares Editora Yendes.No Prelo - 2009.
*Diretor e Editor Científico do Portal de Conteúdo - http://www.alzheimermed.com.br/
*Diretor e Editor Científico do Portal de Conteúdo - http://www.envelhecercomsaude.com.br/
*Conferencista Internacional Tendo Proferido Centenas de Conferências no Brasil e no Exterior.
*
*
*
*
*
Publicidade:

CURSO SOBRE O CÂNCER: A doença e seu tratamento

Câncer: curso aborda aspectos sociais, políticos, econômicos e epidemiológicos da doença e seu tratamento
O Universo do Conhecimento (Al. Ministro da Rocha Azevedo, 419, Jardim Paulista) promoverá, de 12 de agosto a 16 de setembro, o curso “As dimensões do problema câncer: aspectos epidemiológicos, socio-políticos, econômicos e o aumento vertiginoso dos custos em oncologia”, que apresenta uma visão multidisciplinar do tema oncologia a profissionais de saúde e áreas relacionadas.

O curso é coordenado pelo médico Artur Malzyner (assistente doutor oncologista do Hospital das Clínicas FM-USP, oncologista do Hospital Israelita Albert Einstein e
chefe do Serviço de Oncologia do Hospital Brigadeiro - Secretaria do Estado de São Paulo) e tem co-coordenação de Ricardo Caponero (presidente da Associação Brasileira de Cuidados Paliativos, sócio diretor do Instituto SIMBIDOR e oncologista clínico da Clínica de Oncologia Médica).

Voltadas a profissionais interessados em oncologia clínica, como psicólogos, enfermeiros, farmacêuticos, químicos, biólogos, nutrólogos, médicos generalistas e outras especialistas de áreas afins, as aulas serão ministradas às quartas-feiras, durante seis semanas, das 20h às 22h.

A iniciativa é uma ótima oportunidade para reciclar conhecimentos e entender ou aprofundar aspectos como os desdobramentos emocionais da doença, que envolvem não só o paciente de câncer e o profissional de saúde, mas as famílias e a comunidade em geral.

As inscrições e o programa do curso estão disponíveis até 05 de agosto através do site www.universodoconhecimento.com.br
O investimento é de R$ 300,00. Mais informações podem ser obtidas pelo público pelo telefone 11 3061-6491 ou através do e-mail [email protected]
*


*

*

Publicidade:



BRINDES TEMÁTICOS, ESCOLARES, LEMBRANCINHAS DE ANIVERSÁRIO, DIPLOMINHAS, CALENDÁRIOS,E MUITO MAIS...

TAMBÉM MONTAMOS VÍDEOS DE RECORDAÇÃO COM FOTOS E MÚSICA DE FUNDO

FAZEMOS TRATAMENTO DE IMAGENS E RESTAURAÇÃO DE FOTOS ANTIGAS.







ENTRE NO SITE E CONFIRA: www.kidbrinde.webnode.com.pt

segunda-feira, 27 de julho de 2009

Responsabilidade social no apoio aos museus

Dimas de Melo Pimenta II
Os museus, em todo o mundo, são um dos principais meios de acesso à cultura, ao conhecimento e à informação histórica, arqueológica, antropológica, artística e biológica. Constituem-se, ainda, em espaços muito democráticos, considerando a sua natureza jurídica, ligada ao Estado e, às vezes, a fundações e ongs´s, tendo, desse modo, os ingressos subsidiados. Isso permite que indivíduos de todas as faixas de renda possam frequentá-los, ampliando sobremaneira sua capacidade de influência.
No Brasil, segundo o Ministério do Turismo, 33 milhões de pessoas visitaram museus em 2008. Observa-se, felizmente, uma evolução nessa saudável tendência, considerando que, em 2003, foram 15 milhões de visitantes. Ou seja, o número mais do que dobrou em apenas cinco anos, evidenciando que os brasileiros descobrem paulatinamente o significado dessas instituições. Vale muito a pena, portanto, estimular cada vez mais o hábito, pois a boa formação cultural é um dos fatores condicionantes ao desenvolvimento nacional e ao aprimoramento de nossa sociedade.
Ante dados tão promissores, justifica-se o apoio que vem sendo conferido pelo setor público, como os R$ 2,5 milhões recentemente destinados pelo Ministério do Turismo ao Ibram (Instituto Brasileiro de Museus), autarquia do Ministério da Cultura criada em maio deste ano. O mesmo se aplica ao Programa de Qualificação dos Museus para o Turismo. No ano passado, a Pasta destinou R$ 2 milhões a esse projeto, contemplando dez instituições. Cerca de R$ 843 mil foram investidos no Rio de Janeiro, incluindo o Museu Nacional de Belas Artes, o Museu Histórico Nacional, o Museu da República e o Museu Castro Maya. Os recursos são investidos em equipamentos e na capacitação dos profissionais. Interessante notar que as capitais candidatas à sede da Copa do Mundo de 2014 serão priorizadas.
Todo esse esforço do setor público é louvável. Os recursos, porém, encontram-se abaixo da significativa demanda de modernizar, ampliar, manter em bom estado os museus e seus acervos, bem como criar novas instituições do gênero. Eis, portanto, uma área inovadora e importante para o investimento do setor privado, no âmbito do indispensável exercício da responsabilidade social.
As respostas da sociedade, escolas, frequentadores em geral, clientes, fornecedores e mídia jornalística são muito gratificantes, conforme podemos constatar no Museu do Relógio Professor Dimas de Melo Pimenta, instalado dentro da indústria Dimep, no bairro de Vila Leopoldina, na cidade de São Paulo. Seu acervo, de aproximadamente 600 peças, é uma verdadeira aula de história sobre a evolução do relógio. Sua criação remonta ao ano de 1950. Durante viagem a Aparecida do Norte, no Vale do Paraíba, o empresário Dimas de Melo Pimenta (1918-1996), fundador da Dimep, adquiriu um relógio de bolso confeccionado em prata lavrada, com mostrador de esmalte decorado. Este foi o primeiro item da coleção que deu origem ao Museu do Relógio, em 1975.
Como ocorre nas áreas da educação, saúde, esportes e lazer, as ações do Terceiro Setor também podem — e devem — contemplar o segmento dos museus. Não necessariamente com a criação de uma instituição própria, mas também por meio do apoio aos múltiplos e importantes estabelecimentos já existentes no Brasil. A responsabilidade social na área da cultura representa um serviço de alta relevância que a iniciativa privada tem condições de prestar ao Brasil, à sociedade, à juventude e às futuras gerações.

*Dimas de Melo Pimenta II, economista, é presidente da Dimep e diretor do Departamento Sindical (Desin) da Fiesp.
*
*
*
Publicidade:
BRINDES ESCOLARES PARA FESTAS INFANTIS
Imas de geladeira, calendários, diplominhas
Acesse: www.kidbrinde.webnode.com.pt

domingo, 19 de julho de 2009

NANISMO

Pessoas com um crescimento anormal e desproporcional, de baixa estatura, em idade adulta com aproximadamente 1,20m de altura, costumam sofrer de uma doença chamada nanismo. A deficiência, conhecida técnicamente como acondroplasia, faz com que os braços e pernas fiquem mais curtos. Mãos, pés e pernas podem apresentar-se tortos. Com causa genética, não é possível saber se pais anões, terão seus filhos com o mesmo problema. Na maioria dos casos, anões tem filhos com estatura normal.

O nanismo pituitário é causado por uma disfunção na glândula pituitária (hipófise). Resulta em baixa estatura, com a diferença de o corpo manter-se proporcional. Percebe-se que o crescimento da criança é anormal desde os primeiros meses de vida. Adultos que sofrem com o nanismo pituitário não têm mais de 1,50m de altura. Já nos adolescentes pode causar atraso no desenvolvimento sexual.
Relatos na internet, divulgam estudos sobre os fatores ambientais que contribuem para o Nanismo Secundário. Privações emocionais, abusos durante a idade infantil, ambiente familiar pobre e desordenado, foram observados em vários casos. Após tirar a criança do ambiente, o desenvolvimento voltou ao normal.
Tratamento:
O tratamento deve ser realizado com acompanhamento médico; pois as causas do nanismo estão relacionadas aos hormônios, hipertiroidismo, doenças inflamatórias, cardiopatias, problemas intestinais, retardo mental e precisam ser identificadas pelo médico especialista, através dos exames.
A terapia de reposição com GH (hormonio do crescimento), está indicada para todas as crianças com baixa estatura e deficiência documentada de GH. O GH preparado com glândulas pituitárias humanas, foi banido porque o seu uso transmitiu doença Creutzfeldt-Jakob. Produtos sintéticos de GH estão disponíveis para repor o produto natural. Aumentos na altura de 10-15cm freqüentemente ocorrem no 1º ano de tratamento, mas a velocidade do crescimento pode ser mais lenta depois.

O uso de GH em crianças com baixa estatura em decorrência de outras causas ainda não foi estabelecido, mas as meninas com Sd. Turner, tratadas com GH, crescem mais rápido e várias delas ultrapassam a sua estatura adulta anteriormente prevista. A reposição de cortisol e hormônio tireóideo deve ser providenciada sempre que indicada. Reposição com esteróides gonadais não está indicada até que a puberdade normal ocorra, que tratamento com GH exógeno esteja completo, ou o desenvolvimento puberal precisará ser induzido por hipogonadismo. Esteróides em altas doses iniciam o fechamento de epífises, limitando a estatura final.

Fontes: http://www.tudoresidenciamedica.hpg.ig.com.br/ / http://www.alunosonline.com.br/
*
Está circulando na internet: Fotos da menor anã do mundo


*
*
*
*
*
*
Publicidade:

sábado, 11 de julho de 2009

Assessoria do Presidente da República utiliza o Twitter

Secretaria Especial dos Direitos Humanos da Presidência da República passa a utilizar o Twitter


A Secretaria Especial dos Direitos Humanos da Presidência da República (SEDH/PR) está no Twitter, rede social e servidor para microblogging que permite aos usuários que enviem e leiam atualizações pessoais e de outros contatos (em textos de até 140 caracteres, conhecidos como "tweets"), por meio da própria WEB ou por SMS. O twitter da Secretaria é @DHumanos.

Logo depois do crescimento do microblog mundo afora, o Twitter começou a ser também um veículo dinâmico e confiável de divulgação de informações, utilizado por revistas, jornais, emissoras de TV.

A iniciativa tem como objetivo intensificar a difusão das diversas atividades desenvolvidas e das notícias publicadas no site da Secretaria, além de ampliar o contato com pessoas interessadas no tema direitos humanos e adeptas das novas tecnologias de comunicação.

As informações anunciadas no site da Secretaria podem ser acompanhadas pelos followers (seguidores) no Twitter por meio de notas postadas no microblog, com respectivo link de acesso. Todas as mensagens são enviadas pela assessoria de comunicação da SEDH/PR.

Para ler os posts é preciso se cadastrar na rede Twitter por meio do sítio http://www.twitter.com. Após efetuar o cadastro (ou quem já tem uma conta no Twitter), basta buscar @DHumanos, virar nosso seguidor e acompanhar de perto todas as notícias e atividades que envolvem a Secretaria.

Youtube

Não é só no Twitter que a SEDH/PR está presente. Desde dezembro de 2008, todos os filmes desenvolvidos para as suas campanhas e ações estão disponíveis no maior site de compartilhamento de vídeos, o Youtube.
*
*
*
*
*
*
*
Publicidade:

quarta-feira, 8 de julho de 2009

Mostra itinerante de curtas de animação chega a São Paulo


Festival Brasileiro Estudantil de Animação traz filmes nacionais e internacionais. Exibições ocorrem na Cadritech, escola pioneira em Animação 3D e Computação Gráfica do País

A partir de 16 de julho, a cidade de São Paulo recebe pela primeira vez personagens animados vindos com o “Anim!Arte Itinerante 2009 - Festival Brasileiro Estudantil de Animação”, que traz os melhores curtas-metragem criados por artistas digitais que participaram da edição de 2008, escolhidos por dois júris - o profissional e o popular.

O Anim!Arte é um dos principais festivais dedicados às áreas de Animação e Audiovisual da América Latina e tem como objetivo incentivar e divulgar a cultura e produções criativas. A Mostra 2009, que ocorre na sede da Cadritech, exibirá 31 filmes com sessões de aproximadamente 50 minutos nas categorias universitária, ensino médio/fundamental, paralela nacional e estudantes internacionais.

Entre os destaques que serão apresentados estão ‘Como comer um elefante’, ‘O povo atrás do muro’ e ‘Voltage’, vencedores da categoria ‘universitários’ de 2008. Dos internacionais, o público poderá assistir ‘Mr.Schwartz, Mr.Hazen & Mr.Horlocker’ (Alemanha), ‘Light my Fire’ (Estônia) e ‘Attraction’ (Inglaterra).

Além da mostra, o Anim!Arte realiza ainda Oficinas de Animação para crianças, estudantes, profissionais do setor e para um público apaixonado pelos ‘bonequinhos’ engraçados cada vez mais presentes em filmes, comerciais e desenhos.

Dando vida à criatividade

Popularizados pelos comerciais de televisão, os personagens digitais têm ganhado cada vez mais o interesse de estudantes e profissionais da área, e a Cadritech, escola e estúdio pioneira em Animação 3D e Computação Gráfica do País, incentiva e oferece o caminho por trás das câmeras para que as criaturinhas ganhem vida.

Em julho começa o curso de Animação de Personagens 3D, que prepara o profissional para lidar com os diferentes programas e se inserir no mercado de trabalho. Para quem quiser conhecer mais o mundo da Animação pode participar também das oficinas gratuitas que todos os meses acontecem na sede da Cadritech disponíveis no site www.cadritech.com.br

Para receber os curtas-metragens, os locais precisam disponibilizar de sala de projeção ou auditório com boa qualidade de som e aparelho de DVD. “O Festival teve grande repercussão em edições anteriores, por isso, conta com o patrocínio exclusivo da Cadritech, que vai disponibilizar excelente infra-estrutura em nosso Centro de Treinamento”, ressalta Francisco Tripiano Filho, diretor da Cadritech.

Confira abaixo os curtas-metragem que serão exibidos todos os dias em duas sessões - das 17 às 18h30 e das 20 às 21h30.

 A Persistência da Luz de Camila Torres e Davi de Jesus (Vitória / ES – UFES)
 A Velha Verdade de Luiz Gustavo Del Duca e Francisco Brito (Rio de Janeiro / RJ – UVA)
 Baixa Freqüência de Francimone Campos e Diego Akel (Fortaleza / CE)
 Como comer um elefante de Jansen Ravieira (Niterói / RJ – UFF)
 Ciclovia de Júnia Monteiro Matsuura (Niterói / RJ – UFF)
 Voltage de Wiliam Paiva e Filippe Lyra (Olinda / PE – Faculdades Integradas Barros Melo)
 Composição n º 1” de Jumior Recife (Fortaleza / CE – FANOR)
 O povo atrás do muro de Marconi Loures (Belo Horizonte / MG – UFMG)
 Faróis de Diego Akel (Fortaleza / CE – FANOR)
 Tinha a gata Gioconda de Igor Spacek (Atibaia / SP – FESB)
 Doce Turminha e o Bom Samaritano de Eduardo Drachinski (Palhoça / SC – UNISUL)
 Light My Fire de Martinus Klemet (Harjumaa / Estônia - Estonian Academy of Arts)
 Attraction de Rachinta Platts (Norfolk / Inglaterra - Norwich school of Arts and Design)
 Destierro de José Miguel Gonzáles (San José /Costa Rica - The Universidad de Costa Rica)
 Dining with the Devil de Konstantinos Skiftos (Atenas /Grécia - University College for the Creative Arts)
 Forgotten in Cog City de Rohan Wadham (Norfolk / Inglaterra - Norwich school of Arts and Design)
 Mr.Schwartz, Mr.Hazen & Mr.Horlocker de Stefan Mueller (Wiesbaden / Alemanha – Fachhochschule Wiesbaden)
 Panda Love de Jane Ashby (Norfolk / Inglaterra - Norwich school of Arts and Design)
 Suncrow de Martin Falconer (Norfolk / Inglaterra - Norwich school of Arts and Design)
 Swimmer Man de Chris Wright (Norfolk / Inglaterra - Norwich school of Arts and Design)
 The Predatory Habits of Yetis de Hannah Suppiah (Norfolk / Inglaterra - Norwich school of Arts and Design
 Undine de Anastacia Tohill (Norfolk / Inglaterra - Norwich school of Arts and Design)
 XIAO XI de Steff Lee (Norfolk / Inglaterra - Norwich school of Arts and Design)
 A Jornada de Fabrício Mafezoli (São Bernardo do Campo – SP)
 Companheiro Pop-Up de Ricardo Piologo, Rodrigo Piologo e Rogério Vilela (São Paulo – SP)
 Disputa entre o Diabo e o Padre pela posse do Cênte-Fór na festa do Santo Mendigo de Francisco Tadeu e Eduardo Duval (Rio de Janeiro – RJ)
 O Buraco de Fabiano Baptista (Rio de Janeiro – RJ)
 Out of Space de Ana Soares (Rio de Janeiro/ RJ)
 Rose Dollz - Se Liga no Som de Rodrigo Santos e Rolnei Bueno (São Paulo – SP)
 Uruca (7º VIIIc E4) de Erick Grigorovski (Rio de Janeiro / RJ)
 X-Coração de Lisandro Santos (Porto Alegre – RS)

O Circuito Anim!Arte Itinerante em São Paulo tem entrada franca. Para se cadastrar, acesse o site da Cadritech, escolha a seção e horário. Mais informações na sede da Cadritech, localizada à Rua Afonso Celso, 552 – 3º andar, Vila Mariana. www.cadritech.com.br

SERVIÇO
“Anim!Arte Itinerante 2009 - Festival Brasileiro Estudantil de Animação”
Sessões: dias 16, 17, 20, 21 e 22 de Julho às 17 e 20 horas
Dia 18 de Julho às 10, 13 e 16 horas
Local: Rua Afonso Celso, 552 – 3º andar – Vila Mariana

*
*
*
*
*
*
*
Publicidade:

Deus é maior do que seu pecado

Quando se combinam o poder de Deus e a fé pessoal, o impossível acontece. A Palavra de Deus nos mostra que o pecado não é apenas um ato isolado. Ele nos envolve e amarra. Muitos já nem lutam contra o pecado, uma vez que existe uma inclinação natural e várias oportunidades para pecar. Infelizmente, alguns acabam presos por esse mal, porque ele é muito mais do que uma doença.
Há muitas pessoas que vão sendo tão tomadas pela maldade, que não conseguem se desvencilhar mais do pecado. Mesmo parecendo que não tem mais jeito, Deus é muito maior do que o pecado de um ser humano. É pela intervenção de Jesus Cristo que uma pessoa pode alcançar a graça da conversão. É por Jesus, o Salvador, que todos seremos arrancados dessa situação de pecado.
Seja qual for o pecado no qual você está emaranhado, hoje é dia de colocá-lo no altar do Sacrifício de Nosso Senhor Jesus Cristo. Mesmo que você já esteja lutando há muito tempo contra algum vício e ainda não tenha conseguido se desvencilhar dele, faça como Jesus disse a Jairo: “Não temas, crê somente”. O Senhor está ao seu lado. Ele não o abandonou. Por amor a Deus e a si mesmo, não “dê mais bobeira”. Viva a luta diária contra o pecado. Por amor a Jesus e Sua Mãe, que luta por você, seja firme.
Jovem, especialmente você é o alvo do inimigo. Portanto, ou você assume o combate e entra na guerra – dando a vitória para o Senhor – ou então você já é um perdedor. Por isso, todos nós precisamos passar pelo batismo no fogo, como disse João Batista: “Ele vos batizará no Espírito e no fogo”. O fogo é a provação; é o embate pessoal contra o pecado, contra o inimigo e suas tentações. É assim que se adquire a têmpera de um guerreiro.
Lembre-se sempre de que Deus é maior do que seu pecado!
Seu irmão,

Monsenhor Jonas Abib (http://www.cancaonova.com/)
*
*
*
Publicidade:
BRINDES ESCOLARES PARA FESTAS INFANTIS
Imas de geladeira, calendários, diplominhas
Acesse: www.kidbrinde.webnode.com.pt

Países africanos recebem Bibliotecas Azuis

Ministério da Saúde distribui publicações para versão portuguesa do projeto

A Organização Mundial da Saúde (OMS) enviou, no início de julho, 20 Bibliotecas Azuis a cinco países africanos de língua portuguesa. Angola, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique e São Tomé e Príncipe serão beneficiados com quatro unidades. O projeto Biblioteca Azul reúne livros, documentos e manuais sobre saúde pública.
O Ministério da Saúde é parceiro da OMS na versão portuguesa do projeto Biblioteca Azul, que faz parte da iniciativa ePORTUGUÊSe. O objetivo é melhorar o acesso à informação de profissionais e agentes comunitários de saúde desses países.
Esta remessa foi financiada pelo Projeto de Apoio à Capacitação de Recursos Humanos em Saúde nos Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa, da Comissão Europeia. Até o fim de 2011, a previsão é que, no total, cada país receba oito unidades.
A coordenadora da rede ePORTUGUÊSe na OMS, Regina Ungerer, explica que a grande dificuldade de acesso a qualquer tipo de informação em saúde motivou a OMS a desenvolver bibliotecas com informações básicas em inglês e francês. “Devido ao sucesso das mini-bibliotecas, os países árabes criaram sua própria Biblioteca Azul. Mais recentemente, em 2006, foi desenvolvida em português”, afirma.
Quanto à manutenção do projeto, Ungerer diz que mesmo com a contribuição do Ministério da Saúde, responsável pela maior parte do material enviado, o custo do transporte aos locais de destino é alto. “Isso faz com que a rede e os países envolvidos se empenhem na busca de parcerias, para tornar o envio uma realidade. Para São Tomé e Príncipe, por exemplo, o valor ultrapassa US$ 3 mil (mais de R$ 5,9 mil)”, ressalta.

BIBLIOTECA AZUL - a coleção reúne cerca de 170 livros, documentos e manuais sobre saúde pública, sendo que mais de 70% são do ministério. O material, organizado por tema, é colocado em uma caixa de metal azul, condição que permite chegar ao destino em bom estado e conservar por mais tempo.
Saneamento básico, aleitamento materno, nutrição e alimentação, planejamento familiar e vacinação são alguns temas abordados nas publicações cedidas pelo ministério. De 2007 a junho de 2009, foram enviadas mais de 6,7 mil.
A coordenadora-geral de Documentação e Informação do Ministério da Saúde, Márcia Rollemberg, diz que os resultados da cooperação com a OMS no projeto têm sido muito positivos. “Temos o compromisso de fomentar parcerias para aperfeiçoar a gestão e promover o acesso em saúde nos países de língua portuguesa”, avalia. Para ela, é uma estratégia eficiente de levar informação atualizada e de qualidade a profissionais de saúde e gestores.
As informações básicas em saúde são levadas às áreas rurais, regiões mais distantes dos centros urbanos. Segundo Regina Ungerer, os profissionais de saúde e os agentes comunitários dessas localidades, muitas vezes, têm apenas folhas avulsas, manuais e brochuras como fontes de consulta. “O nosso objetivo é melhorar o acesso à informação em saúde. Em muitos locais, não há energia elétrica e, mesmo quando existe, apresenta problemas, o que dificulta a manutenção de vacinas ou computadores. É muito importante que a informação esteja disponível em papel, pois se torna uma excelente fonte de consulta, ensino e troca de conhecimento entre os profissionais e a população”, destaca.
*
*
*
*
*
*
Publicidade:

CIRCO DO BEM no Shopping Taboão de 1 a 28/7

Malabaristas, acrobatas e trapezistas invadem o Shopping Taboão durante as férias escolares

O Shopping Taboão e a ONG Lona das Artes, que atua na formação artística de jovens da periferia de Campinas, criaram um evento imperdível para as Férias de Julho. Monitores formados pela ONG darão aulas de atividades tradicionais do circo, como: trapézio, malabarismo, perna de pau, acrobacia no tecido, cama elástica. O evento acontece entre 1º e 28 de julho, na Praça Central do centro de compras, e os pacotes variam entre R$10 e R$15, de acordo com o tempo e o número de ações incluídas em cada circuito. Para os pequeninos, Pinturas Faciais de temas diversos com tintas atóxicas também serão feitas por R$5. As brincadeiras, que estimulam a criatividade e trabalham a coordenação, a flexibilidade e a concentração dos participantes, são indicadas para crianças com idade mínima de 4 anos. A renda adquirida com o evento será revertida para a ONG, para o pagamento dos custos operacionais, e para os monitores envolvidos no evento – um belo exemplo de um projeto autossustentável e de inclusão social e econômica dos jovens assistidos.


Férias Escolares “Oficinas Circenses”
Período: de 1 a 28/07
Horário: de 2ª a Sáb – das 10h às 22h/ Dom e Feriados – das 14h às 20h
Local: Praça Central
Preço: entre R$10 e R$15; Pintura Facial: R$5
Endereço: Rodovia Régis Bittencourt, km 271,5 – Taboão da Serra/ SP
Telefone: (11) 2699-4000
*
*
*
*
*
*
*
Publicidade:

LAR ESCOLA CAIRBAR SCHUTEL PROMOVE LIVROS SOBRE CRESCIMENTO ESPIRITUAL

Editados pela editora Alvorada Nova, o Lar Escola Cairbar Schutel lança os livros “Contos”, “Inquisição”, “Eutanásia”, “Imagino que você queira ser feliz”, “O Peregrino das Ilusões” e “História de Amor”.

O departamento editorial do Lar Escola Cairbar Schutel especializou-se em livros voltados para o aprendizado e crescimento espiritual. As obras, que custam de R$ 16,00 a R$ 20,00, podem ser adquiridos pelo telefone (11) 3742-0516 ou pelo e-mail: [email protected] A venda dos exemplares é totalmente revertida para a instituição.

Conheça os títulos:

Contos - Enfoca a lei de ação e reação, por meio de 10 contos, todos verídicos e ocorridos em diversos pontos do planeta Terra. (*Preço: R$ 18,00)

Eutanásia - Demonstra a importância da vida, e porque que ela não deve ser abreviada em um minuto sequer pelo livre arbítrio dos encarnados. (*Preço: R$ 16,00)

História de Amor - Este romance aborda o amor, do ponto de vista como o homem o vê nas suas variadas formas e acepções, mas que integram seu cotidiano. (*Preço: R$ 20,00)

Inquisição - Fala do surgimento da Inquisição na cidade de Florença, na Itália do século XIII, e as tristes conseqüências do Santo Ofício. (*Preço: R$ 17,00)

Imagino que você queira ser feliz - Trata do trabalho de um anjo guardião e dos mecanismos que utiliza para o progresso espiritual de seu tutelado. (*Preço: R$ 17,00)

O Peregrino das Ilusões - Preconceito e discriminação. A estória de um judeu alemão que vive na Rússia e imigra par Nova Iorque, no início do século passado. (*Preço: R$ 17,00)

* Postagem não incluída

Serviço:

EDITORA ALVORADA NOVA
Livros em prol do abrigo Lar Escola Cairbar Schutel.

Informações: (11) 3742-0516
Saiba mais sobre o Lar Escola Cairbar Schutel
www.cairbarschutel.org

Fundada em 17 de janeiro de 1963, a instituição possui capacidade para atender gratuitamente 60 crianças – meninos e meninas, de 0 a 18 anos, em situação de risco social.


Desde sua fundação, a entidade já acompanhou a vida de 529 crianças. Dessas, 434 retornaram para o seu lar de origem, 68 foram adotadas internacionalmente e 27 foram adotadas no Brasil.

Seu objetivo é ser uma instituição beneficente reconhecida como centro de referência em administração do Terceiro Setor, oferecendo lar, educação, cuidados médicos, alimentação e ensinamentos morais para formar cidadãos conscientes de seus direitos e deveres.

Os pilares que baseiam a entidade são: cidadania, ética, integridade e honestidade para com toda a sociedade, união, fraternidade, humildade e fé raciocinada.

Visite:
Rua Francisco Preto, 213 – Vila Morse – São Paulo. Fone: (11) 3742-0516

*
*
*
Publicidade:
BRINDES ESCOLARES PARA FESTAS INFANTIS
Imas de geladeira, calendários, diplominhas
Acesse: www.kidbrinde.webnode.com.pt

domingo, 5 de julho de 2009

Que futuro terá o jovem de hoje?

*Dunga

Sempre se ouve dizer que os jovens de hoje são o futuro do amanhã. Parece óbvio. Mas, que tipo de futuro terá o jovem de hoje? Saber discernir, escolher e decidir são os grandes desafios da juventude. É preciso preparar os jovens para essa realidade.

Há quem diga que antigamente as pessoas ‘envelheciam cedo’. E há quem defenda que o jovem de hoje é obrigado a amadurecer, decidir e resolver sua vida mais cedo do que outras gerações. Pela velocidade das informações, verdade seja dita: o jovem se vê obrigado a ingressar bastante cedo no mundo dos adultos, sob pena de ‘ficar de fora’. E o que muitos se perguntam e nos perguntam é: “Como entrar no mundo dos adultos se ninguém aponta o caminho?”.

Para os adultos que definem as estruturas, é mais fácil restringir os espaços dos jovens a moda, droga, sexo e violência. E isso, para quem tem recursos financeiros. Afinal, é fácil aborrecer o jovem e induzi-lo ao consumo, garantindo o lucro de quem detém o poder. E o futuro?

Com exceção dos ambientalistas, poucos verdadeiramente pensam no futuro. Está na hora de o jovem começar a pensar, independentemente de estar na faculdade ou nas drogas; de ser rico ou pobre. Para isso, é necessário se desvincular um pouco da estrutura atual. Sair do jogo, subir na arquibancada e enxergar a partida de outra perspectiva. Ver um pouco de cima, analisar, voltar para o jogo, e começar a ganhar o jogo. Se nada for feito, vamos perder de goleada!

Família, amizade, religião, honestidade, saúde e dignidade são palavras que sumirão de nosso vocabulário, para não dizer da nossa vida. Fazem falta ou não? Quem já perdeu qualquer uma dessas condições sabe como isso contribui para nos deixar mais fragilizados e indecisos. É por isso que o jovem deve experimentar, aos poucos, colocar em sua vida valores que levaram seus pais a crescer e bancar seu nascimento. Afinal, alguém decidiu não optar pelo aborto; alguém decidiu transmitir ensinamentos de fé; alguém foi honesto, carinhoso, tratou da sua saúde e do seu bem-estar. Ao longo da vida, percebemos como as boas decisões nos elevam em todos os sentidos.

Se eu puder dar uma palavra a um jovem, direi: “Faça a coisa certa. Sem dúvida nenhuma, seu coração e sua razão sabem o que é certo. Basta um pouco mais de coragem! E ter coragem é próprio da juventude. Não se despreze e não permita que ninguém o faça. Para isso, basta uma coisa: seja jovem, tenha vida, faça o certo e seja inconformado com a estrutura do errado. Você hoje está fazendo o amanhã”.

*Dunga é apresentador do programa “PHN” da TV Canção Nova (www.cancaonova.com) e autor do livro “Abra-se à restauração” (http://editora.cancaonova.com/)

AGENDA

Acampamento PHN 11 anos
Quando: 3, 4 e 5 de julho
Tema: Jovem, sê forte e corajoso
Expectativa de público: 200 mil jovens
Programação: além de muita oração, testemunhos, pregações e shows, este ano o encontro também vai contar com atividades especiais para quem gosta de esportes radicais. Skate, patins, basquete de rua, mountain bike, night bike (passeio ciclístico noturno), festival de pipas, show de motociclismo e exposição da Harley Davidson são algumas das atividades. Serão 48 horas de louvor a Deus, com trio elétrico de bandas católicas e as presenças certas de Eros Biondini, Diácono Nelsinho Corrêa, Padre Cleidimar Moreira, Eliana Ribeiro e Salette Ferreira, entre tantos outros ídolos da geração de jovens católicos.
Endereço: Rua João Paulo II, s/n – Cachoeira Paulista (SP)
Entrada: Gratuita
Programação completa no site: www.cancaonova.com/eventos
*
*
*
*
*
Publicidade:

quarta-feira, 24 de junho de 2009

Pai ou mãe que incitar filho a odiar o outro pode perder a guarda e até ser preso

A Câmara dos Deputados analisa o Projeto de Lei 4053/08, do deputado federal Regis de Oliveira (PSC-SP), que regulamenta a síndrome da alienação parental (caracterizada quando o pai ou mãe, após a separação, leva o filho a odiar o outro) e estabelece diversas punições para essa má conduta, que vão de advertência e multa até a perda da guarda da criança.

Com a lei, pais e mães que mentem, caluniam e tramam com o objetivo de afastar o filho do ex-parceiro serão penalizados. “Até agora não existia legislação para amparar as vítimas de alienação parental. Acredito que, com o projeto em vigor, quem programar o filho para odiar o ficará constrangido e acuado”, avalia o autor do projeto.

Cunhada em 1985, nos Estados Unidos, pelo psicanalista Richard Garnir, a expressão Alienação Parental é comum nos consultórios de psicologia e psiquiatria. E, há cinco anos, começou a aparecer em processos de disputa de guarda nos tribunais brasileiros. Inspirados em decisões tomadas nos EUA, advogados e juízes já usam o termo como argumento para regulamentar visitas e inverter guardas.
*
Formas de provar a alienação parental

De acordo com o projeto, após a denúncia de alienação parental, a Justiça determinará que uma equipe multidisciplinar formada por educadores, psicólogos, familiares, testemunhas e a própria criança ou adolescente sejam ouvidos. O laudo terá de ser entregue pela equipe à Justiça em até 90 dias. Se comprovada, a pena máxima será a perda da guarda do pai responsável. “A alienação parental é uma forma de abuso emocional, que pode causar distúrbios psicológicos capazes de afetar a criança pelo resto da vida, como depressão crônica, transtornos de identidade, sentimento incontrolável de culpa, comportamento hostil e dupla personalidade", explica o deputado Regis de Oliveira.

O parlamentar argumenta que o problema ganhou dimensão na década de 80, com o aumento no número de separações, mas até hoje não recebeu adequada resposta legislativa.

Formas de alienação
De acordo com o projeto, são formas de alienação parental:
- realizar campanha de desqualificação da conduta do genitor no exercício da paternidade ou maternidade;
- dificultar o exercício do poder familiar;
- dificultar contato da criança com o outro genitor;
- apresentar falsa denúncia contra o outro genitor para dificultar seu convívio com a criança;
- omitir deliberadamente do outro genitor informações pessoais relevantes sobre a criança, inclusive informações escolares, médicas e alterações de endereço;
- mudar de domicilio para locais distantes, sem justificativa, visando dificultar a convivência com o outro genitor.

A prática de algum desses atos, segundo a proposta, fere o direito fundamental da criança ao convívio familiar saudável, constitui abuso moral contra a criança e representa o descumprimento dos deveres inerentes ao poder familiar.

Perícia e punição
Havendo indício da prática de alienação parental, o juiz poderá, em ação autônoma ou incidental, pedir a realização de perícia psicológica. O laudo pericial terá base em ampla avaliação, compreendendo, inclusive, entrevista pessoal com as partes e exame de documentos. O perito ou equipe multidisciplinar designada para verificar a ocorrência de alienação parental deverá apresentar, em até 90 dias, avaliação preliminar indicando eventuais medidas provisórias necessárias para preservação da integridade psicológica da criança.

Se ficarem caracterizados atos típicos de alienação parental, ou qualquer conduta que dificulte o convívio da criança com genitor, o juiz poderá:

- declarar a ocorrência de alienação parental, advertir e até multar o alienador;
- ampliar o regime de visitas em favor do genitor alienado;
- determinar intervenção psicológica monitorada;
- alterar as disposições relativas à guarda;
- declarar a suspensão ou perda do poder familiar.

A alteração da guarda dará preferência ao genitor que viabilize o efetivo convívio da criança com o outro genitor, quando for inviável a guarda compartilhada.

Tramitação
O projeto, que tramita em caráter conclusivo, terá seu mérito examinado pelas comissões de Seguridade Social e Família e de Constituição e Justiça e de Cidadania.
*
*
*
Publicidade:
BRINDES ESCOLARES PARA FESTAS INFANTIS
Imas de geladeira, calendários, diplominhas
Acesse: www.kidbrinde.webnode.com.pt

domingo, 21 de junho de 2009

UM SORRISO DE DEUS PRA VOCÊ!


Dor crônica atinge 28,7% da população

• Pesquisa realizada pela Faculdade de Saúde Pública da USP em parceria com profissionais do Hospital das Clínicas de São Paulo é a mais abrangente na avaliação da dor crônica, aquela que persiste por mais de três meses.

• Para Manoel Jacobsen, chefe do Grupo de Dor do HC, brasileiro acredita que a dor crônica não tem cura e deve ser suportada

• Automedicação é outro problema verificado no estudo

A dor crônica, que persiste por pelo menos três meses, atinge 28,7% da população. Os resultados preliminares estão no estudo EPIDOR, apresentado hoje em São Paulo. A pesquisa foi coordenada pela professora Maria do Rosário Dias de Oliveira Latorre, do Departamento de Epidemiologia da Faculdade de Saúde Pública da USP, em parceria com profissionais do Hospital das Clínicas e patrocinada pela Janssen-Cilag Farmacêutica.

No estudo EPIDOR foram realizadas 2401 entrevistas com pessoas maiores de 18 anos, moradoras no município de São Paulo. O objetivo da pesquisa, inédita neste modelo na América Latina, foi avaliar a prevalência de dor crônica na população, suas causas, gravidade, duração e local da dor. Os achados foram relacionados ao sexo e idade.

“O estudo EPIDOR trouxe à tona questões importantes. A população não utiliza medicamentos para tratar a dor e quando o faz, frequentemente faz uso de automedicação para controlar o problema”, explica Manoel Jacobsen, chefe do Grupo de Dor do Hospital das Clínicas de São Paulo, e um dos autores do estudo.

Para Jacobsen, muitas pessoas não tratam a dor crônica pois acreditam que não existe cura e que ela deve ser suportada. “Essa idéia é muito prejudicial para o tratamento da dor. Por exemplo, muitos indivíduos imaginam que a cefaléia não tem cura, o que não é verdade” completa. Aproximadamente um terço dos indivíduos com dor crônica afirmou que não utiliza nenhum medicamento para tratar a dor nos últimos 12 meses.

“A dor crônica é negligenciada no país. Vivemos esta situação e a população precisa ser informada sobre as opções de tratamento. Ninguém precisa viver com dor”, completa Karine Leão, coordenadora do Grupo de Dor do HC, também autora do EPIDOR.


Veja os resultados preliminares do EPIDOR

• 2401 entrevistados no município de São Paulo com idade superior a 18 anos.

• O estudo apontou: prevalência, duração e local da dor crônica, segundo sexo e idade.

• Prevalência de dor crônica na população: 28,7%.

• Prevalência de dor crônica nos homens: 20%

• Prevalência de dor crônica nas mulheres: 34%

• Prevalência de dor crônica entre pessoas jovens, de 18 a 29 anos, chegou a 20%.

• Pessoas com sobrepeso e obesidade apresentaram prevalência maior de dor crônica que os indivíduos com peso normal. Cerca de 40% dos obesos ouvidos no estudo apresentaram dor crônica e 30% das pessoas com sobrepeso relataram o mesmo problema.

• 32,9% dos indivíduos com dor crônica não utilizaram nenhum medicamento nos últimos 12 meses.

Sobre a Janssen-CilagA Janssen-Cilag é uma indústria farmacêutica reconhecida pela inovação em pesquisa e desenvolvimento de medicamentos e serviços de alta qualidade. Opera mundialmente e emprega 120 mil pessoas, atendendo as diversas necessidades médicas e farmacológicas.
A empresa está no Brasil há 75 anos e comercializa 60 medicamentos. É pioneira em biomedicina e na produção de imunológicos, além de ser referência no tratamento da dor, oncologia, transplantes, infectologia, cardiologia, sistema nervoso central, saúde da mulher, nefrologia e doenças gastrintestinais.
Mais informações sobre a Janssen-Cilag no site www.janssen-cilag.com.br
*
*
*
Publicidade:
BRINDES ESCOLARES PARA FESTAS INFANTIS
Imas de geladeira, calendários, diplominhas
Acesse: www.kidbrinde.webnode.com.pt

Quanto se gasta para fazer uma Despedida de Solteiro(a)?

Em média, mil reais por participante Essa é uma pergunta que muitos noivos(as) fazem. Mas quanto de fato custa fazer uma Despedida de So...