segunda-feira, 5 de julho de 2010

Encontro discutiu problemas criados pelo preconceito racial

A Secretaria de Participação e Parceria (SMPP) promoveu no último dia 30, no auditório do Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo (Cremesp), o Encontro sobre Discriminação e Psiquiatria. O evento, promovido pela Coordenadoria dos Assuntos da População Negra (Cone), em parceria com o Cremesp, reuniu profissionais da área da saúde que abordaram o tema como uma doença presente na sociedade.
Na abertura do encontro, a coordenadora da Cone, Maria Aparecida Laia, presidiu uma mesa de discussões com o psiquiatra Mauro Aranha, conselheiro do Cremesp, e a conselheira do Conselho Regional de Enfermagem de São Paulo, Andréia Porto. Mauro Aranha afirmou que o reconhecimento é respeitar o outro, aquele que não parece consigo mesmo. "A pessoa discriminada não é reconhecida na sociedade", afirmou o psiquiatra.
O evento seguiu com duas mesas de discussões, a primeira sobre Discriminação e Psiquiatria e contou com as presenças de Telmo Kiguel, coordenador do Projeto Discriminação da Associação Brasileira de Psiquiatria e Artemio Longhi do Instituto Internacional de Orientação Pessoal e Profissional. Telmo Kiguel informou que o foco dos seus trabalhos está no discriminador, diferente dos principais projetos desenvolvidos sobre a temática, que aborda essencialmente o discriminado.
A segunda mesa teve como debatedores Marisa Correia da Silva, do Instituto AMMA Psique e Negritude, a psicóloga Maria José de Assis Souza do Instituto do Negro Padre Batista e Alberto Antonio Comuana, assistente social do Hospital Psiquiátrico João XXII. Os convidados trataram do tema Transtornos e preservação da saúde mental das vítimas de preconceito.
Sobre o tema, Maria José de Assis destacou os principais transtornos identificados nos pacientes atendidos no Instituto do Negro Padre Batista como crise de choro, fobia frente ao agressor, depressão, pensamentos suicidas entre outros.
No final do encontro, a Cone fez o lançamento do livro Construindo a Igualdade Racial: 1º. Prêmio para Artigos de Graduação e Pós - Graduação sobre a Questão Racial, que reúne uma coletânea de artigos sobre o assunto.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Quer deixar um recado?

MENSAGENS DE AGRADECIMENTO PARA MADRINHAS E PADRINHOS

Quando chega a tão esperada hora, são tantos detalhes para cuidar que o HD da nossa memória fica tão cheio, que faltam palavras para compor ...