sexta-feira, 4 de julho de 2008

FARINHA DE CASCA DE MARACUJÁ e a ECONOMIA DOMÉSTICA

Hoje cismei que à partir de agora, vou aproveitar tudo! Comecei na quinta a minha onda de "economia doméstica". Fui à feira comprar algumas verduras. Toda vez que faço isso aparece uma pontinha de arrependimento, porque na maioria das vezes, elas acabam estragando por falta de tempo em prepará-las ou porque devido o trabalho, acabo fazendo minhas refeições fora de casa.
Só que desta vez foi diferente! Como estava de folga, resolvi colocar a mão na massa e não desperdiçar nem se quer um talinho verde.
Arregacei as mangas, fui pra beirada da pia e lavei todas as folhinhas (haja paciência). Preparei meus temperos malucos nas panelas e refoguei as verdinhas para depois colocá-las no congelador.
Quando olhei a sacola da feira vi que ainda havia os maracujás do norte, grandes e bonitos.
Me lembrei que uma amiga (dona de casa de mão cheia) comentou uma vez, que centrifugava as frutas e colocava nas bandejinhas de gelo, o que facilitava a sua vida, pois era só colocar os cubinhos num copo com água, um pouquinho de açúcar e em segundos o naturalíssimo estava pronto.
Não deu outra; peguei os maracujás (lindos) cortei-os, triturei tudo no liquidificador (não tenho centrífuga), coei e neste momento eles estão no congelador.
Quando olhei as cascas, me lembrei de uma matéria sobre farinha de cascas de maracujá e num estalo, resolvi fazer a minha farinha.
Entrei na "santa" internet onde tudo se encontra, e duas horas depois, minha farinha de maracujá estava pronta. Adorei fazer! Foi na verdade uma terapia.
Dizem que a farinha de casca de maracujá possui uma substância chamada PECTINA que ajuda a dificultar a absorção de açucares e gorduras pelo organismo. Achei ótimo, assim posso continuar comendo os meus pacotes de bolacha recheada "BONO"; sou tarada por elas e nunca consigo comer só umas dez...
Vou fazer o teste, depois eu te conto se a farinha funcionou ok? Mas se você também quiser se aventurar numa terapia aqui está a receita:

Pegue os maracujás (você escolhe a quantidade) e antes de cortá-los, lave-os bem e corte-os retirando a poupa para o seu suco.
Com uma faca afiada, corte as cascas do maracujá em pequenos cubinhos. Pegue um pedaço de papel manteiga e forre a sua forma colocando as cascas e leve ao forno.
Vá observando como estão ficando as cascas. Elas devem ficar durinhas e sequinhas.
Mexa de vez em quando para mudar de posição. Quando estiverem torradinhas, desligue o forno e quando esfriarem, passe no processador ou liquidificador até que fiquem trituradas.


No meu caso, ficou uma farofa grossinha e eu passei na peneira e triturei novamente a farinha mais grossa. O que sobrou vou comer com banana amassada mais tarde.

Segundo as informações divulgadas, a farinha de casca de maracujá também está ajudando a reduzir o peso, pois combate o mau colesterol; mas os resultados só são observados após 70 dias de consumo. Entre as propriedades benéficas ao organismo também estão a Vitamina B3, Ferro, Cálcio e Fósforo.

A quantidade mínima de consumo ao dia é de 2 colheres de sopa da farinha que pode ser dissolvida na água ou ingerida com sucos, leite e junto com a comida.


A farinha da foto É A MINHA FARINHA! VIU SÓ QUE LINDA!!!! bJS!

2 comentários:

  1. VC E OTIMA!!!!!!!!!!! MUITO OBRIGADA PELA RECEITA,E TB POR SUA ALEGRIA,RSRSRS

    ResponderExcluir
  2. ahh eu tambem consegui fazer ficou igual a sua brigada

    ResponderExcluir

Quer deixar um recado?

MENSAGENS DE AGRADECIMENTO PARA MADRINHAS E PADRINHOS

Quando chega a tão esperada hora, são tantos detalhes para cuidar que o HD da nossa memória fica tão cheio, que faltam palavras para compor ...